Boeing revela as melhorias de acessibilidade do 787

285

Quando o novo avião da Boeing – 787 787 Dreamliner, entrar em serviço em 2008, os passageiros irão experimentar uma nova e confortável qualidade em seus vôos, graças às melhorias de acessibilidade no avião.

“Nós analisamos os assuntos referentes à acessibilidade do 787 diante dos outros aviões do mercado e incorporamos avanços para melhor acomodar passageiros de todas as idades e com todos os níveis de acessibilidade”, diz Mike Bair, vice-presidente e gerente geral do programa do 787. “Estes avanços, como as grandes janelas do Dreamliner, os compartimentos para bagagem de mão, baixa altura da cabine e filtro de ar, asseguram que todos desfrutarão da melhor experiência ao voar no 787 Dreamliner”, completa Bair.

Em parceria com o Centro Nacional de Acessibilidade nos Transportes da Universidade Estadual de Oregon (National Center for Accessible Transportation at Oregon State University), a Boeing desenvolveu pesquisas sobre a melhoria na acessibilidade. Como parte da pesquisa, os engenheiros da Boeing que desenharam o interior das aeronaves simularam as mesmas condições de pessoas com mobilidade e percepções sensoriais e cognitivas limitadas. Após esta etapa, a equipe trabalhou com pessoas que possuem estas limitações a fim de conferir as melhorias.

Virtualmente, todos os aspectos no interior do Dreamliner favorecem o conforto dos passageiros. Todos os lavatórios a bordo do Dreamliner, por exemplo, apresentam design universal e puxadores de porta, internos e externos, mais intuitivos e facilmente acessíveis para passageiros com agilidade manual limitada. Apoios manuais instalados em todos os lavatórios são fáceis de segurar e oferecem maior estabilidade graças a sua disposição. Dentre as benfeitorias “Sem toque” estão os dispositivos para o controle do fluxo de água, descarga e tampa de lixeira acionados através de sensores infravermelhos, melhorando a operação mecânica, tornando-as mais fácil para o uso.

O novo Boeing Dreamliner também oferece dois lavatórios acessíveis à cadeira de rodas, cada um com melhorias significativas. Com largura de 1,42m o lavatório teve sua entrada redimensionada e o toalete oferece mais área extra para o uso, deixando mais fácil ao usuário o alcance e uso de suas facilidades.

Com 1,42 por 1,44m, o lavatório tem a parede central removível e pode ser convertido em lavatório único, maior e de acesso ainda mais fácil à cadeira de rodas.

Outras facilidades aos usurários de cadeira de rodas são o botão adicional de descarga e a barra dobrável de auxílio para transferência independente.

Outros benefícios são vistos em vários pontos do avião. Os puxadores exteriores estão melhor posicionados para acomodar passageiros de todas as alturas e níveis de mobilidade. Os bagageiros são de fácil alcance e suas travas podem ser puxadas ou empurradas, eliminando incertezas no manuseio. Grandes armários foram criados na cabine de passageiros para acomodar cadeiras de rodas pessoais e conferir maior segurança em seu transporte. Como já existe em alguns aviões, os assentos do corredor têm braços de descanso removíveis, o que oferece aos passageiros com mobilidade reduzida, acesso mais fácil aos seus assentos.

“A Boeing está fazendo um esforço contínuo para identificar oportunidades de melhorar a qualidade em seus vôos”, explica Bair. “O 787 Dreamliner estabelecerá um novo padrão de acessibilidade na indústria de aviões”, conclui o executivo.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade