Bombardier demite 6.600 funcionários

139

A fabricante de aeronaves e trens canadense Bombardier anunciou o corte de 6.600 funcionários, ou 18,5% de sua força de trabalho. A empresa também vai fechar sete unidades de produção na Europa. A reestruturação acontece no setor de fabricação de trens e equipamentos ferroviários.

Em um anúncio divulgado nesta quarta-feira, a empresa afirmou que 86% das demissões ocorrerão na Europa.

A Bombardier Transportation atualmente opera 36 fábricas em 16 países europeus e emprega 35,6 mil pessoas. Pelo menos 37% dos cortes afetarão executivos que trabalham nas unidades européias.

As unidades serão fechadas em Portugal, Inglaterra, Suíça, Alemanha e Suécia até 2005. A intenção é reduzir os custos em cerca de US$ 452,53 milhões.

A empresa afirmou que as fábricas européias estão operando, na média, com 50% de sua capacidade de produção.

O presidente da Bombardier, Paul Tellier, afirmou que a reestruturação servirá para reduzir o excesso de capacidade nas operações industriais, melhorar a performance e restaurar o poder de lucros.

“Nós vamos manter nossa capacidade manufatureira na Inglaterra na unidade de Derby Litchurch Lane”, disse Tellier durante o anúncio.

A companhia canadense informou ainda que obteve prejuízo líquido de US$ 337,82 milhões no quarto trimestre fiscal, encerrado em 31 de janeiro.

FONTE: LUCIANA FINAZZI, Folha Online – Fernando Valduga – Porto Alegre/RS