British Airways inicia operações no Terminal 5 esta semana

178

A visita da Rainha Elizabeth II e do Príncipe Philip, duque de Edimburgo, marcou a reta final da preparação do Terminal 5 em Londres, exclusivo para operações da British Airways, em uma cerimônia real de abertura. A British Airways começa a operar em seu novo terminal esta semana, em 27 de março, e os passageiros da companhia estão sendo orientados a checar os detalhes de seus vôos antes do embarque, já que se trata da maior mudança na história da aviação do Reino Unido.

Os primeiros vôos a serem transferidos para o Terminal 5 são todos os domésticos e de dentro da Europa (com exceção de Barcelona, Madri, Lisboa, Nice e Helsinki). Vôos provenientes e com destino a Trípoli e os de longa distância provenientes e com destino a Johannesburg, San Francisco, Los Angeles, Vancouver, Tokyo, Hong Kong e Miami também serão transferidos no mesmo dia.

Em 30 de abril, o vôo do Brasil e outros vôos intercontinentais serão transferidos para o Terminal 5, com exceção de Singapura, Sydney e Bangkok.

A mudança da British Airways para o Terminal 5 significará para os passageiros uma experiência mais simples e fácil no aeroporto de Heathrow, em Londres. O processo de check-in, despacho de bagagens e passagem pela segurança levará aproximadamente 10 minutos.

“A abertura do Terminal 5 dá início a uma nova era às viagens aéreas. Nossos passageiros podem esperar por uma experiência tranqüila, fácil e simples no aeroporto London Heathrow. Nós estamos muito animados com a mudança. Estamos enviando constantes comunicados aos nossos passageiros com novidades do Terminal 5, e informações sobre seus vôos. Além disso, disponibilizamos um site sobre o novo terminal e suas atrações e facilidades”, afirma Robert Boyle, Diretor Comercial da British Airways.

O Terminal 5, no aeroporto de London Heathrow, exclusivo para vôos da British Airways, recebeu investimentos de £ 4,3 bilhões e trará cinco novos lounges para o uso dos passageiros das classes premium. O maior complexo de lounges ocupam uma área de 15 mil metros quadrados (aproximadamente dois campos de futebol).

O sistema de bagagens também apresentará melhorias. Os novos sitemas tem capacidade de processar até 12 mil volumes por hora, com 18 km de esteiras para transportar malas pelo terminal. O conceito e o design do Terminal 5 foram criados pela Richard Rogers Partnership, dentro das especificações da operadora do aeroporto, BAA. A British Airways está envolvida em todos os estágios do design do prédio e do planejamento de suas operações.

Utilizando tecnologia de ponta para o relacionamento com seus clientes, a British Airways espera que cerca de 80% dos passageiros em trânsito pelo Aeroporto de Heathrow façam check-in online, por meio do site da empresa ba.com ou com a utilização de quiosques self-service para check-in. Haverá 96 quiosques no Terminal 5, além de funcionários que também estarão disponíveis para ajudar os clientes com possíveis dúvidas.

Principais características do T5:

· O Terminal 5 será o novo lar exclusivo da British Airways, atendendo aproximadamente 30 milhões de passageiros ao ano.

· Ele é o maior prédio no Reino Unido. O prédio principal do terminal tem 40m de altura, 396m de comprimento e 176m de largura. O primeiro de dois prédios satélites está conectado ao terminal principal por um sistema de trânsito subterrâneo.

· O sistema de bagagem do T5 é o maior sistema de bagagem para um terminal único na Europa. Ele é composto de dois sistemas: um separador de bagagem principal e um sistema de fast track (distribuição prioritária acelerada). Esse sistema permite que as bagagens com prazo crítico de entrega sejam colocadas em uma rota prioritária através de um sistema separado de alta velocidade e entregues diretamente a plataforma da aeronave do vôo de partida.

· O Terminal 5 está conectado ao metrô de Londres (London Undeground) e ao serviço ferroviário Heathrow Express, o qual vai direto para o centro de Londres.

· Além dos quiosques de self-service para check-in, haverá 140 balcões de atendimento ao cliente, com mais 96 locais para entrega rápida de bagagens. Os fluxos de passageiros foram completamente remodelados para garantir os menores tempos de espera em fila em todos os estágios.

· O calor residual da existente estação de aquecimento e energia do Aeroporto de Heatrhow fornece 85% da demanda de aquecimento do Terminal 5.

· A água coletada pelo sistema de captação de água pluvial e a água proveniente das perfurações da fundação do Terminal 5 reduziu a demanda de água do terminal em 70%. O sistema de captação de água reutiliza até 85% da água pluvial que cai na área do T5.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade