CEAB vira 1º patrocinador da Expedição Pilotocomercial

247

Mais uma vez acreditando no futuro da aviação do Brasil, o CEAB (Centro Educacional de Aviação do Brasil) vem informar, com muito orgulho, que é o primeiro patrocinador da Expedição Piloto Comercial.

O projeto do Cmte. Yuri das Graças e Silva tem como objetivo voar pelos quatro cantos do Brasil, numa expedição de mais de 35 mil km, e formar um mapeamento das mais de 350 escolas e aeroclubes do País.

Com uma minuciosa pesquisa, serão coletadas críticas, sugestões, reivindicações e informações das condições reais de cada entidade, além do levantamento do número de aeronaves (ativas e inativas), de alunos, horas voadas, calendário de eventos e principalmente procurar soluções para a não-extinção das pequenas entidades do cenário.

“São projetos como esse, do Yuri, que nos fazem crer num futuro ainda mais brilhante para a aviação do Brasil. E, assim como na época em que surgiu o portal pilotocomercial, estamos muito entusiasmados e empenhados com a expedição. Temos certeza que será um sucesso e um marco para nossa aviação”, diz Salmeron Pinto Cardoso Júnior, diretor-presidente do CEAB.

Para Yuri, a participação do CEAB no projeto é mais uma demonstração de confiança. “O CEAB já é parceiro desde a criação do portal pilotocomercial e agora, como patrocinador deste projeto inédito, o sucesso está garantido”, afirma.

A meta é transformar tudo em uma publicação impressa e/ou digital, ou seja, um acervo único e inédito! Representando a ANAC, a Gerência de Certificação de Escolas de Aviação Civil e Centros de Treinamento terá um panorama detalhado e poderá mover ações para que a qualidade do ensino possa melhorar sempre, sem prejudicar os estudantes, principalmente no quesito financeiro, que é um dos maiores fatores contribuintes para o avanço e o crescimento das entidades.

Todos os usuários do portal pilotocomercial poderão ter acesso aos relatos diários de cada etapa, além do acompanhamento on-line da posição da aeronave no momento. Esta segunda parte dependerá da disponibilidade de uma estrutura de comunicação móvel de cada região.

Serão sete rotas, programadas para serem iniciadas e encerradas em Bragança Paulista-SP, especificamente no Aeroclube desta cidade, totalizando quase 20 mil milhas náuticas ou mais de 35 mil quilômetros. É uma previsão, pois poderá haver pousos de abastecimento ou de alternativas não previstos em outras localidades.

A expedição será realiza com um TUPI, um avião monomotor com estrutura metálica, asa baixa e trem de pouso triciclo fixo. Possui capacidade para 4 pessoas (piloto e mais 3), bagageiro até 91Kg, velocidade de cruzeiro de 100 KT e autonomia de 5 horas e meia.

Três pessoas participarão ativamente dos vôos:

– Yuri da Graças e Silva, 31 anos, idealizador deste projeto e do portal www.pilotocomercial.com.br. É piloto privado formado pelo Aeroclube de São Paulo-SP (teoria) e na prática pelo Aeroclube de Bragança Paulista-SP. Atualmente cursa Gestão de Transporte Aéreo na UNIUBE (Universidade de Uberaba) na modalidade EAD.
– O segundo tripulante, co-piloto , terá a função de auxiliar o comandante na navegação e no manuseio das cartas, anotações no diário de viagem, etc.
– O terceiro membro da equipe será um cinegrafista e fotógrafo, responsável por captar imagens e vídeos para o acervo final.

Mais informações sobre a expedição podem ser obtidas no hotsite http://www.pilotocomercial.com.br/expedicao/

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP