Cai número de vôos atrasados e cancelados no país

192

Quando comparados ao ano passado, os números estão em queda livre. Em outubro de 2007, foram registrados 26,44% de atrasos e 5,31% de cancelamentos. O mês de menor registro de atrasos e cancelamentos neste ano foi setembro: 10,51% e 3,03%, respectivamente.

Os números da estatística levam em conta o referencial de tolerância 30 minutos, instituído a partir de maio deste ano e também usado como índice nos registros do ano passado para se fazer a comparação. Um minuto além dos 30 regulamentares já é considerado atraso.

Entre os aeroportos mais movimentados, o Galeão (RJ) apresentou os menores índices em outubro, com 9,15% vôos atrasados e apenas 0,05% cancelados. Em seguida, vêm os aeroportos de Congonhas (SP), com 12,90% e 5,22%; Brasília (DF), com 13,05% e 1,40%; e Guarulhos (SP), com 15,94% e 6,98%.

Na avaliação do presidente da Infraero, Sérgio Gaudenzi, esse é o resultado do trabalho em conjunto dos órgãos de governo. “O principal foco da Infraero é o usuário do transporte aéreo”, afirma.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade