Cargueiro de larga escala Boeing 747 completa o primeiro vôo

234

O cargueiro de larga escala Boeing 747-400 fez seu primeiro vôo na manhã de sábado, iniciando o programa de testes aéreos que irá culminar na certificação da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA – Federal Aviation Administration).

O vôo de duas horas e quatro minutos foi o primeiro de um programa que deve completar 250 horas de vôo para testar esse cargueiro único, um 747-400 especialmente modificado para transportar grandes componentes da estrutura do novo avião 787 Dreamliner.

O jato enorme, com uma fuselagem aumentada que pode acomodar três vezes o volume de carga de um cargueiro 747-400 tamanho padrão, decolou sob chuva do Aeroporto Internacional de Taiwan, o antigo Aeroporto Internacional Chiang Kai-Shek. Os pilotos de teste da Boeing, Capitão Joe MacDonald e Capitão Randy Wyatt, levaram o avião para o norte e depois voaram cerca de 150 milhas para o sul, seguindo a costa leste da ilha, antes de voltar para o norte.

“Foi um belo vôo”, disse MacDonald quando pousou. Ainda segundo o piloto, o avião se saiu tão bem que, em vários momentos durante o vôo, ele esqueceu que estava em um cargueiro de larga escala e achou que estava pilotando um 747-400 padrão.

A Evergreen Aviation Technologies Corp., parte do Evergreen Group de Taiwan, está modificando uma frota de três aviões em suas fábrica no aeroporto.

“Este é um momento importante no programa Dreamliner”, disse Scott Strode, vice presidente de Desenvolvimento e Produção de Aviões 787. “A frota de cargueiros de larga escala 747-400 é a fundação de nosso sistema global e ágil de produção e nos permite suprir a demanda sem precedentes pelo 787. Eu congratulo o time global do cargueiro – nossos parceiros de produção e design, nosso parceiro de modificação EGAT e nossa incrível equipe da Boeing – por esta grande conquista”.

Os testes aéreos devem durar até o final do ano. O cargueiro de larga escala também irá completar mais de 500 horas de testes terrestres em Taipei e em Seattle, na fábrica da Boeing. Esse completo programa de testes irá assegurar a confiabilidade do avião, sua habilidade de voar e cumprir sua missão.

Após os testes iniciais em Taiwan, que irão avaliar as características de manuseio do avião e assegurar que o cargueiro de larga escala não terá excesso de vibração, o avião irá para o campo da Boeing em Seattle para completar os testes aéreos. O vôo até Seattle deve acontecer no meio de outubro.

Uma frota de três cargueiros de larga escala 747-400 irá transportar partes do 787 entre Nagoya, no Japão; Grottaglie, na Itália; Wichita, no estado do Kansas, nos Estados Unidos; e Charleston, na Carolina do Sul, Estados Unidos. Depois os cargueiros transportarão as partes para a montagem final na fábrica da Boeing em Everett, no estado de Washington. Os dois primeiros cargueiros entrarão em serviço no início de 2007 e o terceiro, pouco depois.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade