Célere realiza a logística da F1 pelo 17º ano consecutivo

188

O Brasil é o único país do mundo em que um operador local é contratado para coordenar e executar a operação, devido às peculiaridades logísticas de uma das maiores cidades do mundo: São Paulo.

Neste ano, a Célere recebe as cargas vindas de Xangai no aeroporto de Viracopos, e é responsável pelo transporte dos equipamentos para o autódromo de Interlagos. A equipe, formada por 350 pessoas, também cuida da distribuição das cargas das escuderias nos boxes, conforme as orientações de cada equipe. Os operadores de empilhadeiras retiram os carros de corrida dos contêineres e ajudam na organização das caixas até chegar o dia do treino, quando tudo deve estar pronto. Depois da corrida, a operação é retomada e a carga faz seu caminho de volta para Viracopos.

Neste tipo de ação, em que cada segundo é fundamental para se alcançar os resultados, o desafio é desenhar e executar soluções que otimizem os recursos e agilizem ao máximo os processos. Para isso, a Célere conta com um grupo de estrategistas que utiliza ferramentas tecnológicas altamente modernas no planejamento e na gestão do trabalho.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade