Centro Tecnológico da TAM em São Carlos realiza manutenção de aeronaves para o Grupo LAN

140

Ao todo, quatro aviões do modelo Airbus A319 e dois A320 vão passar por checks C e D. Os trabalhos devem terminar em junho. O acordo prevê que a TAM realize o check C, que engloba a manutenção geral da aeronave, em três A319 e nos dois A320. O outro A319 será submetido ao check D, com desmontagem e inspeção completa do avião e de seus sistemas.

“O Centro Tecnológico da TAM está plenamente capacitado para realizar serviços de manutenção para grandes companhias, como a LAN. Temos uma excelente infraestrutura em São Carlos e estamos certificados pelas autoridades aeronáuticas do Brasil, Chile e Europa para realizar esses serviços”, afirma Ruy Amparo, vice-presidente de MRO (Maintenance, Repair and Overhaul) da TAM.

“Estamos muito satisfeitos de ter a LAN como cliente. Além de ser uma empresa de primeira linha, a companhia possui afinidades históricas com a TAM desde a década de 90, quando as duas empresas, em conjunto com a TACA, negociaram uma grande compra de aeronaves da família A320 com a Airbus”, acrescenta Ruy Amparo.

O complexo da TAM em São Carlos está certificado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e pela European Aviation Safety Agency (EASA) para realizar todas as grandes manutenções programadas (checks C e D) em aeronaves Airbus A319/A320/A321 e A330, além de aviões Fokker-100. Além disso, a companhia está certificada para manutenção de componentes dos aviões Boeing que estão sendo incorporados à frota da TAM. As certificações ANAC 145 e EASA 145 obtidas pela TAM permitem que a companhia faça a manutenção de sua própria frota e também preste serviços para terceiros.

A TAM também está em processo de certificação junto às autoridades norte-americanas para obtenção da FAR 145, que permitirá a realização de serviços de manutenção em qualquer aeronave de matrícula norte-americana. Com isso, o Centro Tecnológico poderá no futuro oferecer um leque de serviços ainda mais amplo aos seus clientes.

Instalado em área própria de 4,6 milhões de metros quadrados, o complexo da TAM em São Carlos abriga hangares para manutenção de aeronaves e oficinas com capacidade para revisão de mais de 2 mil componentes aeronáuticos – de computadores de navegação a trem de pouso.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP