Centro Tecnológico da TAM recebe certificação da Federal Aviation Administration

133

“A partir de agora, estamos certificados pelas principais autoridades aeronáuticas do mundo. Esse é um reconhecimento à qualidade de nossa manutenção. Com essas homologações, podemos reforçar nossa oferta de serviços de MRO para terceiros e atender as principais companhias aéreas do mercado.”, afirma Ruy Amparo, vice-presidente de MRO da TAM.

A certificação FAR 145 obtida pela TAM autoriza que o MRO da companhia realize todas as grandes atividades de manutenção programada (checks C e D), além da revisão de diversos componentes aeronáuticos. O processo de obtenção do certificado levou 14 meses e foi precedido de extensas auditorias, nas quais todos os processos técnicos e de qualidade do Centro Tecnológico da TAM foram minuciosamente verificados pelo órgão homologador norte-americano.

Expansão dos serviços
No último mês de agosto, a TAM recebeu da DGAC (Dirección General de Aeronáutica Civil), órgão do governo do Chile, o certificado para prestar serviços em aeronaves Airbus A318 de matrícula chilena e seus componentes. A certificação foi obtida após a TAM ser homologada pela ANAC para a manutenção dos aviões Airbus A318. Trata-se da primeira homologação da unidade para um modelo de aeronave que não integra a frota da TAM. A companhia possui ainda a certificação chilena para efetuar manutenções dos modelos A319, A320 e A321.

O Centro Tecnológico da TAM está homologado também pela ANAC e pela EASA para realizar todas as grandes manutenções programadas em aeronaves Airbus A318/319/A320/A321 e A330, tanto de sua frota como de terceiros, além de aviões Fokker-100. Além disso, possui certificação para manutenção de componentes dos aviões Boeing que estão sendo incorporados à frota da TAM e está em processo final de homologação para aeronaves Boeing 767.

Desde janeiro de 2007, a TAM possui a certificação IOSA (IATA Operational Safety Audit), o mais completo e aceito atestado internacional em segurança operacional. A auditoria IOSA engloba mais de 950 requisitos em oito áreas operacionais de uma empresa aérea, incluindo engenharia e manutenção de aeronaves, entre outras.

Instalado na cidade de São Carlos, no interior do Estado de São Paulo, o Centro Tecnológico da TAM ocupa uma área própria de 4,6 milhões de metros quadrados. Além dos hangares para manutenção, o complexo abriga oficinas para a revisão de mais de 3.000 componentes aeronáuticos.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade