Consórcio iNavSat apresenta proposta para concessão do sistema Galileo

196

O consórcio iNavSat entregou hoje sua oferta à Galileo Joint Undertaking (GJU) para se tornar concessionário do sistema Galileo, operando a rede de satélites européia e assumindo todos os serviços a ela relacionados. O consórcio foi escolhido em fevereiro como um dos três concorrentes finais; o nome do escolhido deverá ser anunciado em dezembro deste ano, iniciando-se em 2005 as negociações com a GJU. A
assinatura final do contrato é prevista para dezembro de 2005.

O consórcio iNavSat foi fundado pela EADS Espaço, pela Inmarsat Ventures e pelo grupo Thales – atualmente os três maiores players europeus nos campos aeroespacial, de comunicações móveis por satélite e de produtos e serviços de navegação baseada em satélites. Hoje o grupo é integrado por mais de 20 parceiros, que contribuem com sua expertise em diversas áreas (automotiva, de telecomunicações e de tecnologias da informação, entre outras).

Caberá ao consórcio escolhido a exploração comercial do sistema Galileo, desenvolvido pela União Européia com a finalidade de estabelecer um novo sistema de navegação por satélite. O vencedor será o responsável pela obtenção de
financiamentos privados nas diversas fases do projeto, tornando-se a companhia operadora do sistema quando este entrar em funcionamento – o que deverá acontecer em 2008.

A EADS Espaço é a divisão do grupo que compreende as atividades das controladas
EADS Astrium, EADS Space Transportation (veículos lançadores e infraestrutura orbital) e EADS Space Services (desenvolvimento de serviços relacionados a satélites). Em 2003, a divisão registrou receitas de 2,4 bilhões de euros.

A EADS é líder global nos mercados aeroespacial e de defesa. O grupo, que registrou receitas de 31,1 bilhões de euros em 2003, ocupa posições de liderança nos mercados mundiais de aviação comercial (Airbus), aviação militar (CASA – Construcciones Aeronauticas S.A.), helicópteros (Eurocopter), espaço (Ariane, Astrium), e sistemas
de defesa (MBDA). A empresa detém um amplo e diversificado escopo de produtos e desenvolve permanentemente parcerias locais, através de sua rede de 35 escritórios internacionais, três deles localizados na América Latina (São Paulo, Santiago e Cidade do México).

No Brasil, a EADS mantém investimentos há 26 anos, tendo iniciado sua presença por meio da Helibras; é acionista da Embraer e desenvolve parcerias de longo prazo com diversos clientes, como a TAM, as Forças Armadas, a Polícia Federal e as forças policiais estaduais.

FONTE: Aviação Brasil / EADS – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP