Continental encomenda 10 Boeing 7E7s

309

A Boeing e a Continental Airlines anunciaram, hoje, um grande passo no suporte ao crescimento da companhia aérea, incluindo planos para a compra de dez novos 7E7s.

As duas companhias assinaram um acordo que já prevê a entrega de 8 7E7s no inicio de 2009. O valor aproximado desse pedido, conforme os preços de tabela da Boeing, é de US$1.3 bilhão. As duas empresas esperam completar formalmente a negociação no início de 2005.

A Continental é a primeira grande companhia aérea americana a anunciar seus planos de compra do novo 7E7, que deve entrar em operação no mundo em 2008.

“O 7E7 é simplesmente um transformador do jogo,” disse Gordon Bethune, Chairman e CEO da Continental. “Esse novo avião posicionará o crescimento internacional da Continental nos terminais de New York e Houston, na próxima década.”

Esse novo anúncio eleva para 122 o número de intenção de compra do 7E7 desde que o programa foi lançado em abril de 2004. Os pedidos já somam 56 aviões.

“A Continental é mais uma empresa a fazer parte do time dos lançadores do 7E7,” comenta Mike Bair, vice-presidente e gerente geral do programa 7E7. “A companhia entende a economia superior, o baixo custo operacional e alta utilização operacional dos aviões Boeing.”

Os outros lançadores do 7E7 são: ANA, Air New Zealand, Europe’s Blue Panorama and First Choice, Primaris of the U.S. and Japan Airlines.

Sob os termos do acordo firmado hoje, pela Continental, a empresa também fará um lease de 8 Boeing 757-300s em 2005 e acelerará a entrega de 6 Boeing 737-800s em 2006. Os 757s serão entregues no início de julho.

“O 7E7 é o avião do futuro para a Continental, e será a plataforma para o nosso crescimento internacional ao longo dos próximos anos.” comenta Larry Kellner, presidente e COO da Continental. “Fazer o leasing dos 757s e 737s também ajudará os nossos planos de crescimento.”

Com o 7E7 Dreamliner, a Boeing mantêm sua liderança e inovação no seu portfólio de aviões que queimam 20 por cento menos combustíveis, disponibilizam até 60 por cento a mais de capacidade em compartimentos de carga e oferece, aos passageiros, uma experiência de vôo única. O 7E7 determina um novo padrão de conforto para passageiros com janelas maiores, assentos e corredores mais largos, aumento de umidade e menos pressão atmosférica no interior do avião.

FONTE: Aviação Brasil / Boeing – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP