EADS amplia operações no Brasil

209

Operando no Brasil há mais de 27 anos através de companhias que formaram o grupo europeu, a EADS – European Aeronautic Defence and Space Company – acaba de ampliar sua atuação no País com a inauguração da EADS Secure Networks Brasil. Terminada sua fase de implantação, o empreendimento proporcionou a criação de novos empregos diretos, criou uma parceria com a Imbel e consolida o compromisso da EADS com o Brasil. A nova unidade está focada na ampliação dos negócios de redes de comunicação crítica através do fornecimento de sistemas Tetra e Tetrapol. A partir desta semana, por exemplo, entra em operação a rede fixa de rádio comunicação Tetrapol da Polícia Federal, fornecida pela EADS Secure Networks Brasil.

O diretor geral da empresa EADS no País, Eduardo Marson Ferreira comentou os motivos que levaram o grupo europeu a ampliar suas operações no Brasil: “A instalação dessa nova subsidiária se insere na política estabelecida pelo Grupo de atuar localmente. Com isso buscamos desenvolver fornecedores capazes de atuar globalmente e gerar empregos no País”.

O grupo europeu quer aumentar sua presença no Brasil oferecendo maior suporte aos projetos desenvolvidos com empresas parceiras locais e proporcionar mais autonomia no atendimento aos clientes aqui estabelecidos. O brasileiro Gílson Martins, que vai responder pela nova unidade de negócios, explica algumas das possibilidades imediatas oferecidas ao País: “A criação da EADS Secure Networks Brasil é mais um facilitador quanto à participação do Grupo EADS em novos projetos de interesse nacional, tais como os Jogos Panamericanos, que ocorrerão no Rio de Janeiro. Nossa empresa está plenamente qualificada a participar de concorrências, trazendo o compromisso de atuação local. No caso desse evento esportivo vamos oferecer suporte permanente na operação da rede Tetrapol adquirida pela Polícia Federal, que estará totalmente implantada naquela cidade, apoiando plenamente suas operações durante o Pan 2007.

Nesta fase inicial já podemos anunciar que a manutenção do sistema Tetrapol da Polícia Federal será feita por técnicos locais, com apoio de parceiros treinados pela EADS. Essa colaboração tende a aumentar em breve”.

A estrutura inicial da EADS Secure Networks Brasil será composta por 10 colaboradores, que atuarão nos escritórios do Grupo em São Paulo e em Brasília. Esse número tende a ser duplicado com a integração de novos postos de trabalho nas empresas parceiras, como a Imbel, no Rio de Janeiro, e a Celplan, empresa de engenharia de rádio baseada em Campinas. Novos projetos no Brasil também contribuirão para a criação de mais empregos, tanto de forma direta quanto indireta, em função da transferência de tecnologia praticada a cada novo contrato, a exemplo do que já vem acontecendo no contexto do projeto da MRS Logística, ora em implantação.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP