EADS implementa mudanças na sua administração

215

A EADS anunciou no último dia 11 que Jean-Paul Gut, COO de marketing, estratégia e desenvolvimento global, deixará a empresa efetivamente em 1º de outubro deste ano, ao final de um período de quatro meses de aviso prévio. O executivo permanecerá como membro do conselho de administração da EADS até esta data. O fato se sucede a divergências de visão sobre as operações de vendas e marketing do grupo.

Entretanto, a EADS e o executivo não tiveram nenhum desacordo em relação à estratégia. A EADS quer muito continuar a se beneficiar da competência de JP Gut e espera poder anunciar em um futuro próximo de que forma essa cooperação continuará. A EADS gostaria de ressaltar as notáveis qualidades de JP Gut e a importante contribuição que ele deu, ao longo de 24 anos, para o desenvolvimento dos negócios sucessivamente no Grupo Matra, depois na Aérospatiale Matra e em seguida na EADS.

As condições da saída do executivo estão em estrito acordo com os termos do seu contrato empregatício. Ele receberá dois anos de salário como indenização sem aplicação da cláusula de “não competição”.

JP Gut, em sua posição de membro do comitê executivo da EADS, será substituído por Marwan Lahoud, que atualmente exerce o cargo de CEO da MBDA. Lahoud foi designado como COO de estratégia e marketing da EADS, com início imediato. O posto de CEO da MBDA será ocupado por Antoine Bouvier, atual CEO da Astrium Satélites. O sucessor de Bouvier será Evert Dudok, que hoje é o principal executivo da EADS Astrium Space Transportation.

Alain Charmeau assumirá toda a responsabilidade pela administração da EADS Astrium Space Transportation.

A EADS é líder mundial nos segmentos aeroespacial, de defesa e serviços relacionados. Em 2006, a EADS faturou € 39.4 bilhões e empregou 116 mil pessoas. Fazem parte do Grupo EADS a fabricante de aeronaves AIRBUS; a EUROCOPTER, maior fornecedora mundial de helicópteros e a EADS Astrium, líder européia em programas espaciais, do Ariane ao Galileo. EADS é o principal parceiro no consórcio Eurofighter, está desenvolvendo a aeronave de transporte militar A400M e detém participação na joint venture MBDA, líder internacional em sistemas de mísseis.

No Brasil, a EADS mantém investimentos há 29 anos, tendo iniciado sua presença por meio da Helibras. Atua no país através da EADS Brasil e da EADS Secure Networks Brasil. É acionista da Equatorial Sistemas e desenvolve parcerias de longo prazo com clientes como a TAM, Forças Armadas, Polícia Federal, Agência Espacial Brasileira (AEB), Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e as forças policiais estaduais

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP