EC-130 pode ser um boa opção ao barulho de helicópteros de São Paulo

256

O Serviço Regional de Proteção ao Vôo de São Paulo (SRPV), órgão ligado ao Comando da Aeronáutica, anunciou recentemente que aumentará em 60 metros a altitude de vôo dos helicópteros em sete das 21 rotas que cruzam as cidades da Grande São Paulo. A medida visa reduzir o incômodo provocado pelo barulho das aeronaves. A partir de junho, a altitude mínima de vôo será de 914 metros. É a segunda vez, em pouco mais de um ano, que o SRPV altera a altitude das rotas.

A capital paulista concentra o maior tráfego aéreo na América Latina. O uso de helicópteros como forma de transporte aumentou significativamente nos últimos anos e, consequentemente, o movimento nas alturas também. Mas com a inovação tecnológica, pode-se minimizar o barulho. Trata-se do helicóptero EC 130, o mais silencioso do mundo na sua categoria.

Representado no Brasil pela Líder Aviação, o EC 130 B4 é um monoturbina leve, ultra-silencioso, espaçoso e com o mesmo padrão de eficiência das aeronaves da família Esquilo, que há duas décadas vem conquistando clientes em todo o mundo. Ele oferece versatilidade, confiança, segurança e facilidade de operação e manutenção.

O EC 130 B4 traz grandes inovações tecnológicas, em especial o uso do rotor traseiro carenado do tipo “Fenestron”, que além de oferecer maior segurança tanto em vôo quanto em solo, contribui para que o helicóptero tenha um nível de ruído 8,5 decibéis abaixo das especificações da International Civil Aviation Organization -ICAO. Além disso, a aeronave incorpora outros recursos tecnológicos utilizados, como duplo controle eletrônico total do motor (FADEC) com um terceiro canal de back-up e comandos hidráulicos duplos.

Com cabine mais larga e bagageiro espaçoso, acomoda o piloto e seis passageiros na configuração padrão ou até sete passageiros na versão média densidade. Na configuração transporte de cargas, pode levar o piloto e 3,7 metros cúbicos de carga útil, ou 1,160 kg no gancho. Essas características fazem do EC 130 B4 o helicóptero ideal para operações de turismo; resgate aeromédico; fretamento executivo e outros serviços em áreas metropolitanas. Em missões de transporte aeromédico, o EC 130 B4 comporta até dois pacientes em maca e dois médicos ou atendentes.

O EC 130 B4 conta com um novo conceito de gerenciamento da manutenção, que é o check-list disponibilizado em CD-Rom. A assistência aos problemas mecânicos foi facilitada com o autodiagnóstico integrado de toda a aeronave, oferecido pelo VEMD (Vehicle and Engine Multifunction Display) – um indicador multifunção dos parâmetros da célula e do motor, composto de dois módulos de computadores que também facilitam o trabalho do piloto nos pousos e decolagens.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade