Embraer começa 2004 com impulso nas exportações

155

A Embraer deve registrar um bom resultado no primeiro trimestre de 2004. Pelo menos essa é estimativa que aparece num relatório do analista de aviação do Banco Brascan, Luís Caetano, a partir dos números da balança comercial brasileira nos primeiros dois meses do ano.

No período, as exportações brasileiras de aviões somaram US$ 326 milhões. Embora o nome da companhia não apareça nos dados Secretaria de Comércio Exterior, presume-se que os números sejam da Embraer, que é a única grande fabricante de aeronaves no País. “As exportações de janeiro e fevereiro estão em linhas com as previsões de entregas que se espera para a família 145”, diz Caetano.

O profissional estima que, com a certificação final do modelo 170, obtida no mês passado pela Embraer, até onze desses jatos poderão ser entregues já em março. Pelos cálculos do analista, isso deve fazer com que as vendas da companhia cheguem a US$ 766 milhões no primeiro quarto do ano, quase 50% acima da média histórica da empresa nesta etapa.

Caetano acrescenta ainda que a Embraer estima entregar 160 aviões em 2004, contra 101 do ano passado, o que deve ditar resultados muito superiores que os do exercício anterior. Por isso, reforçou a recomendação de compra para as ações da companhia.

FONTE: Investnews – Fernando Valduga – Porto Alegre/RS