Embraer comemora 25 anos na Europa, África e Oriente Médio

110

A Embraer comemora 25 anos de presença na região da Europa, Oriente Médio e África. Originalmente estabelecida em 1983 com a designação Embraer Aviation International (EAI) e sede no aeroporto de Le Bourget, em Paris, França, a presença da Embraer na região da Europa, Oriente Médio e África cresceu significativamente, tanto em termos de número de clientes como de empregados.

“A região da Europa, Oriente Médio e África representa hoje o segundo maior mercado do mundo para a Embraer e é o maior em número de clientes para nossas aeronaves comerciais, executivas e de defesa e governo”, comentou Luiz Fernando Fuchs, Diretor de Marketing e Vendas da Embraer para a Europa, África e Oriente Médio – Aviação Comercial. “Com empregados provenientes de 22 países, nossa força de trabalho é reflexo da natureza multicultural da região em que atuamos, o que resulta em relações profissionais muito ricas.”

A unidade na França foi a segunda instalação da Embraer fora do Brasil, após o estabelecimento da Embraer Aircraft Corporation – EAC, em 1979, nos Estados Unidos. Dentre as suas primeiras responsabilidades, destaca-se o suporte à frota de 43 aeronaves turboélices bimotor EMB 121 Xingu encomendada pela Marinha (Marine Nationale) e a Força Aérea (Armée de l’Air) francesa, com a primeira entrega em 1982, e o crescente número de turboélices regionais EMB 120 Brasilia em operação na Europa a partir de 1986. O avião de treinamento básico EMB 312 Tucano entrou em serviço na Armeé de l’Air em 1993 e também recebe apoio das instalações da Embraer em Le Bourget.

Após o sucesso da família de jatos ERJ 145 nos anos 90, que incluiu aeronaves para os mercados de aviação civil, tanto comercial como executiva, e militar para vários países da região, a Embraer apresentou a família de E-Jets, uma proposta revolucionária para o segmento de 70 a 120 assentos. A LOT Polish e a Alitalia Express foram os clientes lançadores, em março de 2004. A família de E-Jets hoje conta com mais de 20 clientes na região da Europa, Oriente Médio e África.

Visando o melhor atendimento da crescente demanda, a Embraer transferiu todas as suas equipes de apoio administrativo, em 2002, bem como o estoque de peças de reposição, em 2005, para instalações novas em Villepinte, nas proximidades do aeroporto Roissy Charles de Gaulle (CDG). Após 25 anos na França, a Embraer possui hoje mais de 200 empregados trabalhando nas instalações de Le Bourget e Villepinte.

Com o desenvolvimento do negócio, o comprometimento da Embraer em criar uma rede de suporte ao cliente dedicada para seus jatos executivos resultou na instalação de um novo centro de serviços em Le Bourget, certificado pela European Aviation Safety Agency (EASA), no último mês de março. Esta base, juntamente com a OGMA, em Portugal, e outros quarto centros de serviço autorizados na região, confirmam o foco da Empresa no cliente e o objetivo de se tornar um dos principais fabricantes neste segmento.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade