Embraer completa 5000 ciclos de vôo em teste de fadifa do Embraer 190

242

A Embraer anunciou hoje que o EMBRAER 190, de 100 assentos, completou 5.000 ciclos de vôo em sua campanha de teste de fadiga, um passo importante para a certificação do avião. O cumprimento de 5.000 ciclos de vôo é o mínimo requerido para apoiar o início da operação comercial da aeronave.

Os últimos objetivos da campanha estrutural de certificação, incluindo as metas relativas aos testes de fadiga e estática, foram atingidos no prazo e garantem conformidade total com todos os requisitos de certificação aplicáveis. Testes completos de fadiga e de estática servem para mostrar como a estrutura do EMBRAER 190 suporta condições de carga normal e limite. Em particular, o teste de estática demonstrou que o avião pode suportar cargas máximas.

O cumprimento do mínimo requerido de 5.000 ciclos de vôo na campanha de testes de fadiga é um marco no programa de certificação do EMBRAER 190. A certificação, cuja conclusão está prevista para o terceiro trimestre de 2005, abre o caminho para as entregas ao cliente-lançador JetBlue, dos Estados Unidos. A JetBlue encomendou 100 aeronaves EMBRAER 190 e detém opção para mais 100 aeronaves do mesmo modelo.

Na próxima fase da campanha de testes de fadiga, a Embraer vai simular duas vidas econômicas do avião, ou 160.000 ciclos de vôo. Em condições operacionais normais, a vida econômica do EMBRAER 190 atinge cerca de 80.000 ciclos. Numa fase subsequente, uma terceira vida econômica do EMBRAER 190 será simulada pela Embraer.

FONTE: Aviação Brasil / Embraer – Assessoria de Imprensa – São José dos Campos/SP