Embraer espera entrar no mercado americano de defesa

317

O projeto do governo norte-americano para defesa aérea prevê um orçamento da ordem de US$ 401 bilhões. Para a Embraer, vencer a concorrência nos Estados Unidos pode ser uma possibilidade de ingressar de forma permanente nesse segmento.

Além do exército americano, a Marinha também participa, o que aumenta o grau de importância deste projeto, segundo o presidente da Empresa, Maurício Botelho.

“Os Estados Unidos são os maiores gastadores em sistemas de defesa. Dentro desse orçamento, o sistema de aquisição maior é em sistema de reconhecimento de vigilância. Então, tem importância para a empresa não só pelo volume, mas também pela viabilidade de permanecer nos EUA nesse segmento”, disse.

Além da possibilidade de ingressar no mercado americano de defesa, Botelho comentou que há ainda outros mercados, como os Emirados Árabes. Segundo ele, a empresa tem realizado uma série de conversas com o país, além de feito várias visitas por lá. A intenção é abrir oportunidades para os segmentos de defesa, comercial e corporativo.

FONTE: Embraer – Fernando Valduga – Porto Alegre/RS

Publicidade