Embraer fecha contrato com LAM, de Moçambique, para dois jatos Embraer 190

196

O valor total do negócio, referido a preço de tabela, é de US$ 75 milhões, e pode dobrar caso todos os direitos de compra sejam exercidos.

“Damos as boas-vindas à LAM como mais novo operador da Embraer no continente africano e que leva nossa base de clientes dos E-Jets a atingir a memorável marca de 50 empresas”, disse Mauro Kern, Vice-Presidente Executivo da Embraer para o Mercado de Aviação Comercial. “É um privilégio ter os nossos E-Jets escolhidos como ferramenta para a modernização da frota da LAM, que expandirá sua presença no segmento doméstico e na região do sul da África, podendo oferecer aos seus clientes um serviço moderno, confiável e de elevado conforto.”

O Embraer 190 da LAM será configurado com duas classes de serviço, com nove assentos na primeira classe e 84 na econômica. A primeira entrega está prevista para o segundo semestre de 2009 e a aeronave terá como base a capital do país, Maputo.

“Quando decidimos modernizar nossa frota de aeronaves de curto e médio alcance, bem como reduzir os custos operacionais, o foco era adaptar nossa capacidade à demanda do mercado”, disse José Ricardo Viegas, Presidente do Conselho de Administração da LAM.

“Nosso objetivo era substituir os maiores aviões da nossa frota por aeronaves menores e mais novas que possibilitassem aumentar freqüências, abrir novas rotas e servir melhor aos nossos clientes. O Embraer 190 é exatamente o modelo que precisamos.”

Os E-Jets substituirão jatos narrow-body (com um único corredor) mais antigos, operados pela LAM em rotas domésticas e em vôos regionais, principalmente para Angola, Quênia e África do Sul.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade