Embraer festeja aniversário com participação da Lufthansa

108

Em 1986, a DLT (Deutsche Luftverkehrsgesellschaft), posteriormente afiliada da Lufthansa e atual Lufthansa CityLine, recebia seus primeiros jatos Embraer. Na época, o modelo Embraer 120 era uma inovação importante quanto à moderna tecnologia turbo-hélice. Em seu voo inaugural do Brasil para Frankfurt, chegou a consideráveis 570 quilômetros por hora – uma velocidade nada comum nos anos 80. A mídia local não se cansava de informar que o novo avião era bem mais eficiente na redução dos custos de combustível, economia de tempo e preservação do meio ambiente. O principal, porém, era o fato de a DLT ser a primeira empresa aérea a utilizar aviões brasileiros no tráfego de linha europeu. A província alemã, onde o avião foi utilizado pela primeira vez no transporte econômico de passageiros, se orgulhava tanto do novo jato que se sentia ‘dona do mundo’ – e tudo isso graças ao novo avião brasileiro da Embraer. A previsão era entregar 12 desses jatos à DLT até 1988.

A então novidade mundial representou durante anos – ao lado de outros modelos de avião – o alto padrão de qualidade da frota regional Lufthansa, conhecida por sua segurança, credibilidade, conforto, serviço e responsabilidade ecológica. Por isso, os novos jatos Embraer casam perfeitamente com o conceito Lufthansa, já que toda a frota regional Lufthansa se destaca pela ampla oferta de espaço na Business Class, com dois assentos reservados por passageiro na maioria dos aviões, o que aumenta a privacidade para quem quer trabalhar sem ser incomodado, proporciona liberdade de movimento para todos os lados e oferece mais do que o dobro de acomodações para bagagem de mão, casacos e sobretudos. Os novos aviões da empresa brasileira, valorizados por amplas medidas de adequação aos padrões da atual frota – como novas capas de assento, tapetes e cortinas de materiais nobres – oferecem aos passageiros Lufthansa conforto de ponta em suas viagens pela Europa.

Em abril de 2007, a diretoria da Lufthansa decidiu manter a tradição de incluir uma nova geração de jatos Embraer nas frotas do grupo Lufthansa e encomendou 30 novos jatos das séries 190 e 195 que deverão ser integrados às frotas Lufthansa até 2010. Assim como seus antecessores de 25 anos atrás, estes aviões estão entre os mais modernos de sua categoria e também se distinguem por sua eficiência na redução do consumo de combustíveis e na preservação do meio ambiente.

Os novos aviões também farão parte da moderna frota regional Lufthansa, unindo as demais regiões à malha aérea mundial Lufthansa por meio dos centros de distribuição. Dessa forma, a Lufthansa oferece aos seus passageiros conexões para 206 destinos em 79 países em todo o mundo.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP