Embraer lança nova versão do software AHEAD

221

A Embraer lança uma nova versão do AHEAD (Aircraft Health Analysis and Diagnosis), sistema de gerenciamento operacional de aeronaves já disponível a todos os operadores da família dos E-Jets, na Conferência Embraer de Operadores das Américas 2007 (2007 Embraer Operators Conference for the Americas – EOC 2007), realizada de 3 a 8 de junho, em Marco Island, no Estado da Flórida, Estados Unidos.

O AHEAD é um moderno sistema automatizado que possibilita às empresas aéreas monitorar continuamente o estado da sua frota durante o vôo, por meio da transmissão automática ao solo de mensagens de alerta dos sistemas da aeronave. Uma base de controle de manutenção recebe as informações e as utiliza para gerar análises de falhas, identificando e antecipando as ações corretivas e preventivas necessárias.

O serviço vem sendo oferecido desde junho de 2006. A nova versão traz aos operadores novas funcionalidades de apoio ao processo de decisão nas atividades de manutenção de linha. Dentre os principais avanços incorporados, destacam-se a transmissão em tempo real das mensagens de alerta e de manutenção (incluindo também as não exibidas à tripulação durante o vôo) e filtros avançados que possibilitam a análise mais eficiente das causas das falhas e identificação de tendências, bem como relatórios personalizados com histórico por frota, aeronave ou tipo de falha, que também auxiliarão no processo de pesquisa de panes.

“Com a nova versão do AHEAD, entregamos aos clientes dos E-Jets uma ferramenta de última geração para a gestão da manutenção, contribuindo para o aumento da rentabilidade das suas operações”, disse Edson Mallaco, Vice-Presidente de Serviços Aeronáuticos da Embraer. “Na prática, a utilização do AHEAD propicia grandes benefícios às operações de manutenção de linha, levando a um aumento significativo dos índices de disponibilidade técnica das aeronaves.”

O sistema está atualmente sendo utilizado pelas empresas norte-americanas JetBlue (cliente lançador do AHEAD) e US Airways, e encontra-se em fase de implantação na Finnair, da Finlândia; na Copa Airlines, do Panamá; e na Aero República, da Colômbia. Outros operadores de E-Jets já demonstraram interesse pelo sistema.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP