Embraer lança programa de parceria social

344

O Instituto Embraer de Educação e Pesquisa lançou esta semana o Programa Parceria Social (PPS), uma iniciativa que visa apoiar projetos na área social conduzidos por entidades privadas sem fins lucrativos e com a participação ativa dos empregados da Embraer.

O PPS foi criado para fomentar uma cultura social e de voluntariado entre os empregados da Empresa. A principal meta do programa é a construção do chamado capital social – e o Instituto Embraer escolheu a educação como estratégia para atingir este objetivo. Por meio da promoção de valores éticos e agindo como facilitador da execução dos projetos sociais a serem propostos, o Instituto Embraer também espera incentivar a valorização do empregado dentro da comunidade em que está inserido.

“O Instituto Embraer investe em uma série de projetos, entre eles o Colégio Engenheiro Juarez Wanderley de São José dos Campos e o Espaço do Saber de Gavião Peixoto. Desta vez, estamos pedindo aos empregados que tragam os seus próprios projetos, e que nos digam como, através da implementação deles, será possível transformar a vida das pessoas dentro da comunidade beneficiada”, disse Luiz Sérgio Cardoso de Oliveira, Diretor de Desenvolvimento Social da Embraer.

Os projetos a serem trazidos pelos empregados da Embraer deverão apoiar iniciativas de agentes do Terceiro Setor, neste caso as organizações não-governamentais (ONGs). Os empregados da Embraer, que formarão grupos de no mínimo três pessoas por projeto, serão os representantes das entidades dentro da organização e ficarão responsáveis por acompanhar a execução dos projetos por eles propostos.

O PPS apenas distribuirá recursos para os projetos que forem aprovados por uma Comissão Julgadora constituída especialmente para este fim. A verba máxima que cada projeto poderá receber foi fixada em R$ 80.000. Antes de encaminhada à Comissão, a proposta passará por análise técnica do Instituto Embraer, que estabeleceu critérios de mensuração específicos como forma de atribuir um valor que reflita a qualidade do projeto. Caberá à Comissão tomar a decisão final.

Nesta edição do PPS, o Instituto Embraer determinou que a data limite para o encaminhamento dos projetos é 8 de julho. A partir de então, tem início a fase de análise do Instituto, seguida pelo processo de julgamento pela Comissão. Em setembro, o Instituto espera formalizar o apoio às iniciativas vencedoras em cerimônia a ser realizada – ainda sem data ainda definida – na sede da Empresa.

FONTE: Embraer – Assessoria de Imprensa – São José dos Campos/SP