Embraer na Defendory 2004

227

A Embraer participa entre 5 e 9 de outubro da Defendory International 2004. O evento é realizado a cada dois anos em Atenas, Grécia, e agora está em sua 13ª edição.
A Defendory International é uma das mais importantes feiras na área de sistemas de Defesa e a Embraer é uma de suas participantes tradicionais.
A Embraer fornece as suas modificadas plataformas ERJ 145 para o consórcio internacional Ericsson-Thales, contratado pela Força Aérea Grega para entregar quatro aeronaves EMB 145 AEW&C. A Embraer também entregou um ERJ 135 e um Legacy, que são usados para o transporte de autoridades na Grécia.
O ERJ 145 foi selecionado como plataforma multimissão por vários países, inclusive pelo governo dos Estados Unidos para o seu Programa Aerial Common Sensor (ACS). O ERJ 145 substituirá as aeronaves de Inteligência, Vigilância e Reconhecimento (ISR, na sigla em inglês) atualmente usadas pelos Estados Unidos: os aviões Guardrail Common Sensor e Airborne Reconnaissance Low do Exército, e os EP-3 da Marinha. A Embraer é membro do grupo liderado pela Lockheed Martin no Programa ACS.
“Estamos muito orgulhosos por participar de uma nova edição da Defendory, particularmente num momento tão efervescente da história da Embraer. A Defendory 2004 será um excelente local para promover conquistas importantes dos Programas de Defesa da Empresa”, disse Romualdo Monteiro de Barros, Vice-Presidente Executivo para o Mercado de Defesa. “A amadurecida plataforma do ERJ 145 já tem acumulado um impressionante histórico de confiabilidade, ‘dispatchability’ e segurança, o qual, combinado com seus baixos custos de aquisição e operação, torna-a especialmente atraente para aplicações especiais como o Programa AEW&C da Grécia e o Programa ACS dos Estados Unidos”, acrescentou Barros.
Respectivamente, a Grécia e os Estados Unidos foram os primeiros dois países da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) a encomendar produtos de Defesa da Embraer.
A Embraer produz uma extensa linha de aeronaves de Defesa. Além do EMB 145 AEW&C (Airborne Early Warning and Control), os seguintes aviões são dignos de nota: o EMB 145 RS/AGS (Remote Sensing/Air-to-Ground Surveillance) para vigilância terrestre; o P-99 (MP/ASW – Maritime Patrol/Anti-Submarine Warfare) para patrulha marítima e guerra anti-submarino; o Super Tucano, aeronave turboélice leve multimissão para treinamento e ataque; e o AMX-T, uma nova versão do bem-sucedido caça subsônico AMX para treinamento avançado e de liderança.

FONTE: Aviação Brasil / Embraer – Assessoria de Imprensa – São José dos Campos/SP