Embraer planeja entregar 160 aeronaves em 2004

264

Depois de registrar queda de 16,9% nas exportações em 2003 ante 2002, a Embraer deve ter um ano melhor em 2004. A expectativa da empresa é entregar 160 aeronaves comerciais e executivas neste ano. Segundo dados do mercado, foram apenas 102 entregas no ano passado. Desse total, 97% referem-se a vendas externas.

O analista Alexandre Garcia, da Espírito Santo Securities, diz que 52 dos jatos a serem entregues neste ano pertencem à nova família Embraer 170. Nessa linha, de maior valor agregado, o preço médio das aeronaves é US$ 21 milhões, superior à média dos jatos vendidos no ano passado (US$ 19 milhões). Para 2005, a Embraer estima entregar outros 170 jatos.

Em 2003, a Embraer iniciou o ano com a perspectiva de entregar 132 aeronaves – excluem-se desse total as militares. Mas o cancelamento de uma ordem e o atraso da certificação da família Embraer 170 resultaram na entrega de apenas 102 jatos. “Isso explica a queda nas exportações de 2003”, diz o analista. Em 2002, a Embraer entregou 131 aeronaves comerciais.

Em volume financeiro, o recuo de entregas da Embraer levou a uma queda de US$ 2,335 bilhões em 2002 para US$ 1,939 bilhão nos recursos da balança comercial provenientes da venda externa de aeronaves, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Apesar do cenário mais favorável para a empresa neste ano, Alexandre Garcia recomenda postura neutra dos investidores em relação aos papéis da empresa. E justifica: “Ainda há muitas incertezas no mercado mundial de aviação”. Em outras palavras, a reestruturação das empresas de transporte aéreo continua, e a aviação tradicional já deu provas de não ser mais rentável. O foco das empresas agora tem sido mais regional e de baixo custo.

FONTE: Agência Estado – Fernando Valduga, Aviação Bras – Porto Alegre/RS

Publicidade