Embraer reafirma comprometimento com a aviação executiva

156

O Legacy determinou a inserção da Embraer no mercado de aviação executiva, onde a Companhia tem o firme objetivo de estabelecerse como um forte competidor. O Legacy desfruta de prestígio no mercado mundial, com 49 unidades operando em 12 países.

Desde o lançamento do Legacy em 2000 e sua entrada em serviço em 2002, a Embraer tem buscado entender e responder às necessidades do mercado e dos clientes, continuamente incrementando o produto e o suporte ao operador. O conhecimento acumulado resultou em melhorias significativas e criou as condições ideais para a Embraer identificar novas oportunidades no mercado da aviação executiva.

Hoje, a Embraer reafirma o comprometimento com este mercado a partir do anúncio da expansão de seu portfólio para a inclusão de dois novos produtos: um jato muito leve e um jato leve.

A Embraer está reestruturando o negócio da aviação executiva, sob a liderança de Luís Carlos Affonso, para prover soluções integradas de suporte ao Legacy e aos novos jatos. Affonso está na Empresa há 22 anos. Recentemente trabalhando como Vice-Presidente de Engenharia e Desenvolvimento de Novos Produtos, ele liderou o programa EMBRAER 170/190 desde o início, avançando fortemente a posição da Embraer no mercado da aviação comercial. Anteriormente, Affonso foi Engenheiro Chefe do bem-sucedido programa ERJ 145.

Ao longo dos últimos 36 anos, a Embraer projetou, produziu e deu suporte a produtos reconhecidos e aceitos mundialmente. Dentro do negócio da aviação executiva, as credenciais industriais da Embraer e a herança do Legacy serão determinantes para o continuado sucesso da Empresa na identificação e atendimento às necessidades do mercado.

FONTE: Aviação Brasil / Embraer – Assessoria de Imprensa – São José dos Campos/SP