Embraer realiza o Maintenance Cost Workshop

117

Este encontro anual tem o objetivo de reduzir os custos de manutenção por meio de uma troca de experiências entre os operadores, fornecedores, centros de serviços e a Embraer. O evento é dedicado aos programas de aviação comercial ERJ 145 e dos E-Jets.

“Esperamos receber muitos operadores das famílias ERJ 145 e dos E-Jets”, disse Acir Padilha, Diretor de Suporte ao Cliente da Embraer – Aviação Comercial. “O MCW é uma oportunidade única para nossos clientes e para a Embraer e seus parceiros compartilhar e aprender boas práticas de manutenção, aumentar os conhecimentos e aplicá-los dentro das variadas condições operacionais que cada companhia aérea enfrenta.”

No dia 22 de setembro, será realizado o Welcome Day para os clientes da família ERJ 145, que terão seus encontros até o dia 24, sob o tema “Benchmark Maintenance” (“Referências em Manutenção”, em português). A família ERJ 145 está em operação há 12 anos, com mais de mil aeronaves operando atualmente no mundo inteiro e 14 milhões de horas de vôo. Os participantes compartilharão suas valiosas experiências de manutenção por meio de conferências e mesas redondas sobre vários assuntos, incluindo processos, planos de manutenção, consumo de combustível, como alcançar resultados mais eficientes (lean) e resolução de problemas, entre outros.

Os operadores da família EMBRAER 170/190 de E-Jets participarão do Welcome Day no dia 24 de setembro, sob o tema principal “Increasing Flight Availability” (“Aumentando a disponibilidade de vôo”, em português), que estará em foco até o dia 26. A questão de disponibilidade será debatida durante sessões similares às da família ERJ 145, tratando de procedimentos, ferramentas, dicas e as melhores práticas para, assim, minimizar o desperdício e aumentar a produtividade dos processos de manutenção dos E-Jets. Em 30 de junho de 2008, os E-Jets possuíam 847 pedidos firmes e 827 opções. Atualmente, mais de 50 empresas em 30 países de todo o mundo já são clientes e a frota ultrapassou 400 unidades em operação e 1,5 milhão de horas de vôo.

As edições anteriores do MCW abordaram assuntos com enfoque no cliente, tais como a manutenção pesada, reparo e revisão de componentes, gestão de manutenção e redução dos custos e gerenciamento da confiabilidade da aeronave. A edição deste ano conta com a participação de 22 clientes da Embraer: Azul e Trip (Brasil); Air Canada (Canadá); AeroRepublica (Colômbia); Finnair (Finlândia); Régional (França); Lufthansa (Alemanha); JAL (Japão); Kenya Airways (Quênia); Luxair (Luxemburgo); Aeroméxico (México); Montenegro Airlines (Montenegro); KLM Cityhopper (Holanda); Copa Airlines (Panamá); Portugalia (Portugal); Saudi Arabian Airlines (Arábia Saudita); Airlink (África do Sul); FlyBe (Reino Unido); American Eagle, ExpressJet, GECAS e JetBlue (EUA).

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade