Embraer vende cinco jatos à Kun Peng Airlines

158

A Embraer e a Kun Peng Airlines Co., Ltd., uma das principais operadoras do mercado de aviação regional na China, assinaram um contrato para cinco pedidos firmes do jato Embraer 190, representando uma importante expansão da presença da Embraer na China continental. O valor total do negócio, referido a preço de tabela, é de US$ 187,5 milhões.

“É uma honra receber a Kun Peng Airlines como novo cliente da nossa família de E-Jets”, disse Mauro Kern, Vice-Presidente Executivo da Embraer para o Mercado de Aviação Comercial. “Sempre acreditamos na expansão do mercado de aviação regional na China e este é um sinal positivo naquela direção. Acredito sinceramente que o nosso Embraer 190 é uma aeronave que contribuirá fortemente para os planos de crescimento da Kun Peng Airlines e agradará aos passageiros chineses.”

Com sede na cidade de Xi’an, a Kun Peng Airlines é uma joint venture entre a empresa chinesa Shen Zhen Airline, com participação majoritária, e o Grupo Mesa Air, dos Estados Unidos. Desde o início das operações, em setembro de 2007, a Kun Peng já voa em mais de 20 rotas. O novo Embraer 190 da empresa aérea chinesa será configurado para acomodar confortavelmente 98 passageiros em duas classes e a primeira entrega está programada para 2008.

“A introdução do jato Embraer 190 combina perfeitamente com a estratégia da nossa empresa e acreditamos que beneficiará tanto a Kun Peng como a Embraer, em nossa parceria de longo prazo”, disse Mr. Zhang Pei, Gerente Geral da Kun Peng Airlines. “A Kun Peng Airlines está empenhada em em se tornar a maior, mais distinta e competitiva empresa aérea regional na China, bem como em promover o desenvolvimento da indústria da aviação regional chinesa e contribuir para o progresso harmonioso da aviação civil no país.”

O Embraer 190 é um dos quatro integrantes da família de E-Jets e entrou em serviço em agosto de 2005. Em 30 de junho de 2008, a família Embraer 170/190 de E-Jets possuía 847 pedidos firmes e 827 opções, com mais de 45 clientes em 30 países, tendo ultrapassado a marca de 1,5 milhão de horas voadas.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade