Emirates anuncia plano de expansão para 2009

227

As novas aquisições permitirão que a Emirates amplie as frequências para as rotas já existentes e inicie rotas para outros destinos. As freqüências adicionais aumentarão a oferta de vôos, reduzindo o tempo entre as conexões nos principais mercados da empresa.

A frota atual da Emirates é constituída por 129 aeronaves de grande capacidade e longo alcance. Até o final do ano fiscal de 2008-2009 (que termina dia 31 de março de 2009), esse número subirá para 132, incluindo quatro superjumbos Airbus A380. No ano fiscal de 2009-2010, a companhia aérea receberá mais sete A380, dez Boeing 777-300ER, um 777-200LR e um Boeing 777 cargueiro.

Sua Alteza Sheik Ahmed bin Saeed Al-Maktoum, presidente e CEO da Emirates Airline e Grupo Emirates informa que “o próximo ano não será fácil para a indústria aérea. A Emirates se preparou da melhor forma possível para os novos desafios e enxerga 2009 como um ano de oportunidades. Com a ampliação da capacidade, será um ano de consolidação da empresa, com lançamento de algumas rotas novas, ainda que não tantas como em 2008”.

“Vamos fortalecer nossa presença nas rotas onde há uma maior demanda por passageiros. Todo o aumento de capacidade será direcionado aos mercados nos quais enxergamos crescimento potencial, especialmente na África e no Oriente Médio.”

A África e o Oriente Médio são os mercados que registraram maior crescimento para a Emirates, batendo o recorde de 17% e 6%, respectivamente, nos últimos 12 meses. A companhia adicionou um segundo vôo diário a Lagos e, a partir de 1º de outubro de 2009, iniciará a rota Dubai-Durban, que será operada pelo Airbus A330-200, com duas classes, 278 assentos e capacidade de carga de até 14 toneladas.

Em janeiro, a Emirates anunciou um vasto plano de expansão no Oriente Médio, elevando o número de assentos disponíveis para 50.000, com um total de 180 vôos por semana. Novos serviços inaugurados recentemente contemplam Amã, Riad, Jidá, Kuwait e Damasco.

Além disso, desde novembro, a empresa implantou mais 32 vôos semanais na Índia, aumentando a oferta na região para um total de 167 vôos semanais.

Com a aquisição de uma nova aeronave, Los Angeles e São Francisco – as rotas mais recentes da empresa, lançadas em outubro e dezembro de 2008, respectivamente -passarão de três para sete frequências semanais. Os vôos diários começarão a partir de maio de 2009 e adicionarão mais 2.000 assentos semanais aos 1.600 já existentes, aumentando a oferta em mais de 100%.

No último 1º de fevereiro, Brisbane e Melbourne (Austrália) receberam vôos diários adicionais, elevando para 63 o número total de vôos semanais. Ainda este ano, a oferta de vôos para Sidney será ampliada para três freqüências diárias. A data também marcou o lançamento da rota Dubai-Sidney-Auckland, a primeira operação comercial do A380 na Nova Zelândia. O serviço, que conta com 489 assentos e opera três vezes por semana, passará a ser diário a partir de 1º de maio.

Planos para implementer superjumbos na rota Dubai-Seul e Dubai-Cingapura já estão em andamento, com inauguração prevista para novembro e dezembro de 2009, respectivamente.

A expansão da Emirates também chegou à Europa: nos últimos meses, Milão passou a receber dois vôos diários; as freqüências para Istambul foram ampliadas para 11 vôos semanais; os vôos Larnaca-Malta passaram a ser diários e as frequências para Nice aumentaram para cinco semanais. De acordo com os planos da empresa, o serviço para Moscou e Atenas também aumentará, passando para dois vôos diários até o final de março.

A expansão, portanto, aumentará a capacidade da Emirates Airline para um total de 8.635 assentos e transporte de 600 toneladas de carga.

“Nos últimos cinco anos, a Emirates teve recordes de crescimento anual que chegaram a 20%”, informa o Sheikh Ahmed. “Somente nos últimos dois anos, lançamos 11 novas rotas para transporte de passageiros e três rotas exclusivas para transporte de cargas. Em 2007, com o lançamento da rota Dubai-São Paulo, nos tornamos a primeira – e única – empresa aérea a servir seis continentes em vôos non-stop partindo de uma única conexão”.

Inaugurada em outubro de 1985, com vôos para Karachi e Mumbai, a Emirates Airline atualmente serve 101 cidades em 61 países. Em outubro de 2008, a empresa passou a operar em um terminal exclusivo em Dubai, com a inauguração do Terminal 3 no Aeroporto Internacional de Dubai. Com uma área total construída de 515.000 m² e capacidade para receber 43 milhões de passageiros anualmente, o terminal de 10 andares foi especialmente projetado para os planos de expansão futuros da companhia.

Em 2008 mais de 22 milhões de passageiros da Emirates passaram pelo Aeroporto Internacional de Dubai – um aumento de 11% em relação a 2007.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade