Emirates inaugura operação comercial do A380

255

Tim Clark, Presidente da Emirates Airline, saudou os convidados, autoridades e jornalistas na cerimônia de celebração do primeiro vôo, sendo recepcionado pela Vice-Diretora da Port Authority of New York and New Jersey – administradora do Aeroporto Internacional Kennedy -, Susan Bear. Em sua fala, Susan Bear lembrou que o aeroporto “acaba de comemorar 60 anos” e que agora dá as “boas vindas aos Estados Unidos a esse avião extraordinário”. O A380 voou para Nova York completamente lotado, com 489 passageiros – Tim Clark entre eles – e 24 tripulantes, cumprindo o trajeto desde Dubai em 13 horas e cinqüenta minutos, sem escalas.

“Voar comercialmente o primeiro A380 para os Estados Unidos foi fascinante”, disse o Comandante Abbas Shaban. “Embora seja maior do que qualquer outra aeronave civil, o A380 é mais silencioso e voa mais suavemente do que qualquer outro avião que já pilotei”, completou.

“Foi um vôo maravilhoso”, comentou Harry Moraes, passageiro da Classe Executiva, membro do programa Skywards de milhagem da Emirates. “Pousei em Nova York sem sentir jet lag algum”, continuou. “Desembarquei sentindo-me revigorado e bem descansado. O avião oferece uma sensação extraordinária de espaço e conforto”. A esposa de Moraes também fez seu comentário: “A sala de estar foi uma idéia brilhante. Permite que você fique confortavelmente de pé e caminhe com naturalidade. Toda a concepção do avião torna a viagem verdadeiramente agradável”.

As três classes do A380 oferecem o mesmo sistema de entretenimento e informação, o ice – iniciais em inglês para informação, comunicação e entretenimento – , com 1.100 canais de diversão, mais do que qualquer outro na aviação comercial. Um avançado sistema de iluminação nas três classes, por sua vez, inclui um céu estrelado no teto da cabine que se ajusta durante o vôo, de acordo com a hora certa no local de destino, ajudando a combater o efeito das viagens aéreas longas, o denominado jet lag.

Na Primeira Classe, a grande novidade é o Shower Spa, contando com dois banheiros totalmente equipados com chuveiros. E em todas as classes, os passageiros desfrutam das opções culinárias a bordo, preparadas por chefs de renome internacional.

O A380-800 da Emirates tem 49% a mais de espaço útil e mais 35% de assentos do que seu competidor mais próximo. Tem 24 metros e 26 centímetros de altura e envergadura de 79 metros e 77 centímetros. Em todo o mundo, aeroportos estão investindo bilhões de dólares em expansão e melhorias para receber o gigante dos ares. Só o Aeroporto Kennedy, de Nova York , investiu $179 milhões o ano passado. A própria Emirates construiu uma passagem, no Kennedy, que permite aos passageiros de Primeira Classe e Classe Executiva embarque direto no avião, a partir dos salões privativos de espera.

O novo avião da Emirates, que estará operando três vezes por semana o vôo Dubai-Nova York, na fase inicial, chegará a dois vôos diários, quando a frota de 58 unidades deste modelo estiver completa. Os vôos de Dubai a Londres começam dia 01 de dezembro e para Sidney e Auckland em fevereiro próximo.

Nos Estados Unidos, operando outros modelos de aviões, a Emirates inaugura serviços para Los Angeles em 26 de outubro e para São Francisco em 15 de dezembro. A empresa está também avaliando Chicago, Atlanta, Dallas/Fort Worth e Washington como possíveis destinos futuros no país.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade