Emirates registra lucro recorde

161

A Emirates Airline registrou lucro líquido de US$ 643 milhões nos primeiros seis meses do ano fiscal 2007-08, que vai de 01 de abril a 31 de março. O resultado representa um aumento de 99% em relação ao lucro líquido do período equivalente, no ano fiscal anterior.

A receita operacional de US$ 4,62 bilhões representou um aumento de 25,8%. Desse total, US$ 3,56 bilhões corresponderam à receita do transporte de passageiros, com crescimento de 30,5%. O número de passageiros aumentou 23%, totalizando 10 milhões e 300 mil pessoas embarcadas. Já o índice de ocupação de assentos foi de 79,7%.

A Emirates SkyCargo, unidade de carga da empresa, também alcançou resultados expressivos. A receita aumentou 13%, chegando a US$ 822 milhões, com o transporte de 637.000 toneladas de carga, um aumento de 10%. O transporte de carga representou, no período, 19% de toda a receita operacional da Emirates.

Os custos operacionais, por sua vez, cresceram 19,3%. O combustível foi o principal item dos custos operacionais da companhia, chegando a 27,8% do total.

Sua Alteza Xeique Ahmed bin Saeed Al-Maktoum, Presidente do Grupo Emirates e Presidente do Conselho de Administração da empresa, comenta o resultado desses primeiros seis meses: “Foi excelente para a Emirates, refletindo uma demanda saudável pelos nossos produtos e serviços. Expandimos nossa malha de rotas com novos aviões que oferecem maior número de assentos e são eficientes, do ponto de vista de consumo de combustível. Ao mesmo tempo, continuamos a investir em alta qualidade em serviços e produtos, para nossos clientes. Esses investimentos em frota e serviços, combinados com a forte demanda global pelo transporte aéreo, estão produzindo resultados positivos”.

Xeique Ahmed destaca os desafios da Emirates para o futuro: “Olhando para os próximos seis meses, o preço do combustível continuará sendo um desafio poderoso, o barril chegando a 100 dólares. Também há um certo grau de incerteza quanto ao impacto de problemas recentes de crédito – no mercado financeiro internacional – sobre a demanda de passageiros. Contudo, estou confiante que a Emirates está muito bem posicionada para enfrentar esses desafios e continuar nosso crescimento lucrativo”.

Uma das novidades recentes da Emirates foi o lançamento do serviço sem escalas de São Paulo a Dubai, seis vezes por semana. O início da operação, em outubro, marcou uma nova etapa histórica para a empresa, que agora voa para todos os continentes habitados do planeta. A malha de rotas, que já conta com 97 destinos em 61 países, terá o acréscimo de Houston em dezembro.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade