Engenheiros com especialização no setor aeroespacial tem oportunidades de trabalho no Canadá

194

O setor aeroespacial, considerado um dos mais dinâmicos da economia quebequense, precisa renovar e ampliar a mão-de-obra qualificada e as ofertas de trabalho se distribuem por vários segmentos. Há vagas em fabricantes de aviões e aeronaves especiais, em operadoras de transporte aéreo e para pesquisas em instituições educacionais. As principais empregadoras no setor são Bombardier Aéronautique, Mecachrone e Héroux-Devtek.

A remuneração gira em torno de US$ 78 mil anuais. As jornadas de trabalho são, em média, de 40 horas, dependendo da empresa contratante. O imigrante tem direitos trabalhistas, como assistência médico-hospitalar, previdenciária e até 14 salários/ano, entre outros benefícios extensivos também a familiares (esposa e filhos).

“Todos os selecionados saem do Brasil com o Visto de Residente Permanente, que permite morar e trabalhar legalmente na maior província do Canadá. E, após três anos de residência, podem solicitar cidadania com direito a passaporte canadense”, salienta Soraia Tandel, diretora do setor de imigração do escritório do Québec em São Paulo.

O processo de seleção para imigração no Québec dura aproximadamente um ano – um dos mais rápidos do mundo – e leva em consideração, além de diploma reconhecido na área, conhecimento da língua francesa, experiência profissional comprovada, ter, preferencialmente, até 35 anos e a disposição para aprender a língua francesa, idioma oficial do Québec.

O programa internacional de imigração não oferece emprego, mas o governo ajuda o imigrante na busca por uma colocação no mercado de trabalho. “O recém-chegado tem acompanhamento do governo para elaboração de currículos e de cartas de apresentações, e inclusive dicas sobre o mercado de trabalho local. Se necessário, há ainda aulas gratuitas para aperfeiçoamento do francês”, destaca Soraia Tandel.

Para conhecer mais sobre as profissões, vagas e remunerações oferecidas na Província do Quebec, visite http://tinyurl.com/6xakoc.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade