Fedex lança serviço de transporte porta-a-porta de cargas perigosas no Estado do Rio Grande do Sul

313

São consideradas cargas perigosas aquelas que podem colocar em risco a saúde, a segurança ou a propriedade e, por isso, estão sujeitas a regras bastante singulares de transporte.

O serviço, conhecido como Dangerous Goods (DG), permitirá que diversos segmentos da economia gaúcha tenham acesso ao mundo todo por meio de um serviço rápido, eficiente e, principalmente, seguro. O DG é um transporte técnico que permite desde o envio de uma pequena amostra de sangue, até, por exemplo, protocolos de pesquisa para certificações ambientais. Na região do estado, as principais empresas beneficiadas com a novidade serão aquelas voltadas ao tratamento e beneficiamento de couro, indústria química e petroquímica, automotiva, alimentícia, de cosmético, laboratórios e hospitais.

O DG já está disponível para 25 cidades do estado, como Porto Alegre, Caxias do Sul e Gravataí, onde a FedEx Express possui toda a infra-estrutura necessária para operar com cargas perigosas: estações equipadas com material de atendimento de emergência, licenças ambientais, equipamentos de segurança de transporte equipamentos de segurança de transporte e veículos adaptados para este fim.

Além disso, a empresa possui uma equipe treinada e certificada pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), que coleta diariamente remessas desses municípios e as consolidam no Centro de Operações de Porto Alegre, de onde as remessas são enviadas diretamente ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas, São Paulo.

Cinco vezes por semana, as remessas de produtos perigosos, juntamente com as remessas provenientes de outros serviços, são enviadas de Viracopos a Memphis (Tennessee/EUA), de onde são destinadas para mais de 220 países do globo. O tempo de trânsito para o Dangerous Goods para os gaúchos é de dois a cinco dias úteis, dependendo do destino.

Atualmente, a FedEx Express é uma das maiores transportadoras de Dangerous Goods no mundo e, só no Brasil, realiza uma média de 120 envios diários de DG, considerando as remessas de São Paulo e Campinas, cidades já beneficiadas pelo serviço da FedEx Express no País.

Cidades atendidas pelo DG no Rio Grande do Sul

As cidades que já possuem cobertura do serviço de Dangerous Goods da FedEx Express no Estado do Rio Grande do Sul são: Barão, Bento Gonçalves, Cachoeirinha, Campo Bom, Canoas, Carlos Barbosa, Caxias do Sul, Dois Irmãos, Estância Velha, Esteio, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Gravataí, Ivoti, Lindolfo Collor, Nova Hartz, Nova Santa Rita, Novo Hamburgo, Parobé, Portão, Porto Alegre, São Leopoldo, Sapiranga e Sapucaia do Sul.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade