Governo chinês garante compra de 10 aviões da Embraer em 2005

232

O governo chinês garantiu comprar em 2005 no mínimo 10 aviões da joint-venture da Embraer naquele país, um negócio de US$ 200 milhões, informou nesta sexta-feira o ministro da Indústria, Turismo e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan.

A joint-venture com a China Aviation Industry Corporation, cujo primeiro avião foi produzido em 2003 e este ano espera vender oito aviões, não tinha nenhum pedido em carteira para o próximo ano, o que preocupava a companhia brasileira, segundo Furlan.

“Foi transmitido ao governo chinês a preocupação de que uma companhia que fabrica aeronaves não pode trabalhar sem horizonte de pedidos para poder se programar”, explicou Furlan a jornalistas, após cerimônia de assinatura de acordos comerciais entre os dois países durante a visita do presidente da China, Hu Jintao, ao Brasil.

“Esse compromisso foi assumido pelo governo chinês, de maneira que no ano de 2005 haja produção e entrega de no mínimo 10 aviões, dando condições de planejamento da produção e montagem da Embraer na China”, afirmou o ministro.

A fábrica da Embraer na China é a primeira unidade da companhia brasileira fora do país.

FONTE: Reuters Investor – Reuters Investor – São José dos Campos/SP