Grande Prêmio TAM do Cinema Brasileiro

232

“A Academia Brasileira de Cinema é um nstrumento de celebração da qualidade do cinema brasileiro e mais um veículo de promoção e preservação que irá, sem dúvida, reforçar as alianças entre aqueles que fazem do nosso cinema uma arte maior”.
Luiz Antonio Viana Presidente da Academia Brasileira de Cinema

“É tradição da TAM apoiar fortemente eventos culturais em vários segmentos. Estamos especialmente orgulhosos por passar a dar o nome
a um prêmio de destaque que busca incentivar e fortalecer a indústria cinematográfica brasileira. E muito felizes por estabelecer essa parceria com a Academia Brasileira de Cinema”. Wagner Ferreira
Vice-presidente Comercial e de Marketing

“A criação da Academia Brasileira de Cinema renova e torna permanente nossa utopia
de uma comunidade cinematográfica brasileira
baseada na excelência de nossa produção e na fraternidade profissional de seus pares”.
Carlos Diegues Cineasta e Membro Titular do Conselho Deliberativo da Academia Brasileira de Cinema

A Academia Brasileira de Cinema tem o orgulho de anunciar a realização da terceira edição do Grande Prêmio TAM do Cinema Brasileiro.
A premiação ocorrerá no dia 08 de setembro, 20:30h, no Cine Odeon BR, quando serão conhecidos os vencedores das diversas ategorias
contempladas com o Grande Prêmio TAM.

A cerimônia de premiação terá direção de Ivan Sugahara, iluminação de Tomás Ribas e participação dos atores da companhia teatral Os
Dezequilibrados.

Além das 20 categorias premiadas, o prêmio de Homenagem Especial será entregue ao ator Paulo José.

Numa homenagem ao cinema brasileiro, imagens editadas especialmente para a cerimônia por Pedro Durán e Gulherme Schumann mostrarão momentos garimpados pela pesquisa histórica feita por Laís Rodrigues e Pedro Modesto.

No total, serão 20 prêmios divididos entre longas-metragens e curtas. Estão concorrendo as obras exibidas no país entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2003. Nesta edição teremos 115 profissionais concorrentes aos prêmios.

O histórico

A Academia, uma associação sem fins lucrativos, com sede no Rio de Janeiro, foi criada no dia 20 de maio de 2002 com a finalidade, entre outras, de instituir o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro e contribuir para a discussão, promoção e fortalecimento do cinema como manifestação artística, ajudando, desta forma, a fortalecer a indústria cinematográfica brasileira. Hoje são 200 sócios.

A primeira edição do Prêmio aconteceu em setembro de 2002 e o grande vencedor foi o
filme Bicho de Sete Cabeças, de Laís Bodansky,
que conquistou sete prêmios. Na edição de 2003, os filmes Cidade de Deus, de Fernando Meirelles e Katia Lund e Madame Satã, de Karin Aïnouz, foram os mais premiados.

O patrocinador

A partir de 2004 o Grande Prêmio passa a contar com o patrocínio da empresa de aviação TAM. O contrato é de quatro anos e por isso garante a realização do evento até 2007!
O prêmio passa a chamar-se Grande Prêmio TAM do Cinema Brasileiro.

Os integrantes

A Academia tem como diretores Luiz Antonio Viana (presidente), Betty Faria (vice-presidente), Elenora de Martino Salim (diretor-secretário), Carla Camurati (diretora-tesoureira) e Adriana Rattes
(diretora-social). Existem quatro categorias de sócios: fundadores, acadêmicos, beneméritos e honorários. Os sócios acadêmicos são admitidos
por sugestão de dois outros sócios e aprovados
pelo Conselho Deliberativo. Além da diretoria, a Academia possui um Conselho Fiscal formado por Abelardo Martins de Mello, Bruno Stropianna e Vilma Lustosa, um Conselho Deliberativo cujos membros são Cacá Diegues, Cadu Rodrigues, Daniel Filho, Edina Fujii, Flávio Tambellini, Lucy Barreto, Luiz Antônio Viana, Luiz Severiano Ribeiro, Marieta Severo, Silvia Rabello e Valmir Fernandes. A estrutura da Academia se completa com uma Comissão de Ética formada por Leonardo
Monteiro de Barros, Vera Zaverucha e Walkiria
Barbosa. Os conselheiros suplentes são: Clélia Bessa, Diller Trindade, ElisaTolomelli, Irene Ferraz, Laís Bodanzky, Luciana Boal Marinho, Luiz Carlos Barreto, Patrick Siaretta, Paulo Betti, Paulo José, Rodrigo Saturnino, Sara Silveira, Zita Carvalhosa e Xuxa Lopes.

O prêmio

O Grande Prêmio TAM do Cinema Brasileiro é diferente de todos os outros porque é organizado e votado pelos próprios profissionais, uma forma da própria classe celebrar o seu trabalho e dar o devido reconhecimento ao talento de seus profissionais. A premiação é anual.

O processo de definição dos vencedores do Grande Prêmio TAM do Cinema Brasileiro é
dividido em duas etapas: indicação e premiação.

A partir desta edição a votação será feita via internet. Cada sócio receberá uma senha eletrônica para votar pela internet. O sistema foi criado por Renato Padovani, da Visualnet e a apuração continua nas mãos da
PricewaterhouseCoopers, a mesma empresa de
auditoria que faz a apuração do Oscar e que participa pelo segundo ano consecutivo do Grande Prêmio através de apoio cultural, sem cobrar os honorários pelos serviços.

Na fase de indicação são escolhidas pelos membros do Conselho Acadêmico da Academia
as cinco obras de cada categoria que passarão
para a etapa seguinte. A escolha é feita pelos membros do Conselho Acadêmico – todos
os sócios – através de uma cédula de votação
virtual com a lista completa de todos os concorrentes.
Terminado o processo de apuração do primeiro turno, uma nova relação com os cinco escolhidos em cada categoria é enviada ao Conselho
Acadêmico que escolhe, então, os vencedores. Nas duas etapas a votação é secreta e a
abertura das cédulas virtuais e a apuração dos
votos é realizada pela Price.

Este ano os curtas-metragens serão pré-selecionados pela ABD Nacional – ficção e
documentário – e pela Associação Brasileira de
Cinema de Animação (ABCA) – animação. Por isso só aparecem na cédula de segundo turno.

As categorias

I – Longa-Metragem
a) Melhor Filme de Ficção
b) Melhor Diretor
c) Melhor Atriz
d) Melhor Ator
e) Melhor Atriz Coadjuvante
f) Melhor Ator Coadjuvante
g) Melhor Direção de Fotografia
h) Melhor Direção de Arte
i) Melhor Figurino
j) Melhor Maquiagem
k) Melhor Trilha Sonora
l) Melhor Som
m) Melhor Montagem
n) Melhor Roteiro Original
o) Melhor Roteiro Adaptado
p) Melhor Documentário
q) Melhor Filme Estrangeiro

II – Curta-Metragem
a) Melhor Curta-Metragem de Ficção
b) Melhor Curta-Metragem Documentário
c) Melhor Curta-Metragem de Animação

FONTE: Aviação Brasil / TAM – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP