HARBIN EMBRAER recebe pedido de seis ERJ 145 de cliente lançador China Southern Airlines

240

A Harbin Embraer hoje anunciou a venda de seis ERJ 145 para a China Southern Airlines. O contrato marca o primeiro pedido feito por uma empresa aérea chinesa à Harbin Embraer Aircraft Industry Co. Ltd. (HEAI), uma joint venture entre a Embraer, a Harbin Aircraft Industry Co. Ltd. (HAI) e a Hafei Aviation Industry Co. Ltd. (HAFEI), ambas controladas pela China Aviation Industry Corporation II (AVIC II).
“Este pedido inicial premia o esforço da Embraer e de seus parceiros chineses para estreitar e fortalecer os laços comerciais com clientes baseados numa economia em rápida expansão”, disse Maurício Botelho, Diretor-Presidente da Embraer. “O fato de, num curto período de tempo, times de técnicos terem sido treinados, uma linha de montagem ter sido implementada, seguindo-se o rollout do primeiro ERJ 145 produzido na China e da primeira encomenda para a aeronave, reflete a determinação e o comprometimento da nossa presença naquele país.”

Pelo acordo com a China Southern, as entregas deverão começar em junho de 2004 e se estenderão até janeiro de 2005.

“Estamos muito satisfeitos por ser o cliente lançador da Harbin Embraer Aircraft Industry Co. Ltd.. O ERJ 145 é uma aeronave atraente que se encaixará bem em nossa frota e estrutura de rotas. O avião terá um papel importante no desenvolvimento do negócio da China Southern”, disse Yan Zhiqing, Presidente da China Southern Airlines Group of Companies e Chairman da China Southern Airlines Company Ltd..

A China Southern tem sido a maior companhia aérea chinesa por 23 anos. Atualmente, ela conecta mais de 80 cidades no mundo e sua fatia de mercado na China é de 38 por cento. O negócio da Embraer com a companhia aumenta a frota de ERJ 145 na China para 11 aeronaves. Desde 2000, cinco destes aviões são operados pela Sichuan Airlines, controlada pela China Southern.

Em um recente estudo mercadológico, a Embraer estimou a demanda total da China por aeronaves regionais no segmento de 30 a 120 assentos em 635 unidades entre 2004 e 2023.

Os ERJ 145 produzidos em Harbin sob licença da Embraer têm as mesmas características da bem-sucedida família de jatos regionais fabricados pela Embraer no Brasil: um projeto moderno que se destacou no mercado mundial por sua eficiência operacional, baixos

custos de aquisição e operação e pelo elevado nível de segurança e conforto interno. Mais de 750 aeronaves desta família se encontram em operação no mundo todo.

FONTE: Embraer – Fernando Valduga – Porto Alegre/RS

Publicidade