Início das obras no aeroporto de Congonhas

224

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), o Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DCEA) e as empresas aéreas estão reunidas para analisar o primeiro dia de obras no aeroporto de Congonhas. O encontro acontece na sede do CGNA, no Rio de Janeiro, e avaliará a necessidade de realizar adequações operacionais durante o período de obras na pista auxiliar do aeroporto de Congonhas (SP), que está em obras desde a manhã de hoje (27).

A reforma da pista auxiliar, gerenciada pela INFRAERO, diminuirá temporariamente a capacidade de operações de pouso e decolagem do aeroporto, reduzindo o atendimento à demanda normal de tráfego. Os novos horários de pouso e decolagem, denominados eslotes, foram recalculados e definidos em parceria com diversos representantes da aviação civil, como o Comando da Aeronáutica, a ANAC e a INFRAERO.

Nesse sentido, foi reduzida a quantidade de vôos programados pelas empresas aéreas regulares, que readequaram uma nova grade de horários de pouso e decolagem. Já para a aviação geral, será adotado o sistema de eslotes de oportunidades, em todas as 19 faixas de horários. Durante a semana não haverá a realização de vôos charter, podendo ser operados nos fins, de semana, caso haja a disponibilidade de horários.

Em casos de eventuais reclamações ou dúvidas, os usuários deverão entrar em contato com qualquer uma das Seções de Aviação Civil (SAC), localizadas nos aeroportos brasileiros e com a Assessoria de Relações com os Usuários da Agência Reguladora.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade