Justiça do Rio de Janeiro cancela assembléia de credores e leilão da Varig

185

O Juiz Luiz Roberto Ayoub, responsável pelo processo de recuperação judicial da Varig, decidiu cancelar a assembléia de credores da companhia aérea, marcada para 10 de julho, e o leilão previsto para o próximo dia 12.

O principal motivo da decisão foi o detalhamento de mudanças na proposta apresentada pela VarigLog para a compra da Varig. A administradora judicial da Varig, Deloitte, e o Ministério Público terão até 24 horas para analisar os novos detalhes antes de darem um parecer à Justiça do Rio.

Segundo Gustavo Lunz, promotor do Ministério Público, a proposta foi melhorada, principalmente, a parte que diz a respeito às garantias de sobrevivência da Varig antiga.

A nova proposta prevê o pagamento de R$ 277 milhões pela compra da Varig de diversas formas. Segundo a proposta, US$ 20 milhões seriam injetados na empresa antes da realização no leilão no dia 12. Inclusive, boa parte desde dinheiro já ingressou na companhia aérea.

Outra mudança seria que a Varig antiga, que é a parte da empresa que não será vendida, permaneceria com duas aeronaves, imóveis e o centro de treinamento de tripulantes, o que conta como pagamento.

Diante dos rumores de cancelamento do leilão, que já haviam se espalhado pelo mercado há algumas horas, as ações preferenciais da Varig fecharam em queda de 37,62% nesta quarta-feira, cotadas a R$ 3,10.

FONTE: Infomoney – Redação – São Paulo/SP

Publicidade