KLM tem novas opções de refeições a bordo

238

Desde junho, a KLM está oferecendo novas opções de refeições a seus passageiros das classes executiva e econômica em vôos intercontinentais saindo do Aeroporto de Amsterdã – Schiphol, como o vôo diário para São Paulo com Boeing 777-300. Na World Business Class (WBC), a classe executiva da companhia, as novas refeições foram criadas por um chef suíço e os vinhos que as acompanham são da Áustria. Na classe econômica, os passageiros terão mais duas opções a escolher: oriental ou ocidental.

O chef suíço Andy Zaugg, cujo restaurante Zum Alten Stefan, localizado na pitoresca cidade barroca de Solothurn, desfruta de grande reputação na Europa, criou pratos com ares internacionais, bem ao gosto dos passageiros da KLM. Apesar de suas raízes suíças, Zaugg se define como europeu acima de tudo: “Minha mãe é holandesa e minha esposa é irlandesa”. Seu restaurante é associado à Jeunes Restauranteurs d’Europe, famosa aliança gastronômica da qual a KLM é parceira há sete anos. Suas criações poderão ser degustadas a bordo até o final de agosto e incluem, entre outros:

Salmão defumado sobre salada de grapefruit e erva-doce, com picles de gengibre

Frango defumado ao molho de gengibre e chili, risoto ao pesto, cenouras picantes e aspargos;

Entrecote de cordeiro ao alecrim, torta de cuscuz, ratatouille e compota de cebola vermelha e laranja.

Os passageiros da classe econômica terão mais opções de refeições que antes. Uma pesquisa conduzida pela KLM constatou que clientes que têm mais opções tendem a ficar mais satisfeitos com os pratos servidos. Eles também apreciam a associação com marcas de sucesso. No passado, os passageiros tinham que escolher entre duas opções de pratos quentes. De agora em diante, eles poderão também escolher entre uma opção de prato ocidental com carne de frango, criado pela Maille (conhecida marca francesa de mostardas e condimentos) e outra de oriental, à base de carne de vaca, desenvolvido pela Conimex (há 75 anos produzindo pratos orientais para o mercado holandês).

Além dos pratos criados por Zaugg, Maille e Conimex, outros serviços inovadores estão sendo introduzidos. A segunda opção de refeição na WBC tem inspiração espanhola, com gazpacho, paella e crema catalana. Na classe econômica, o café da manhã terá novos itens, desenvolvidos em cooperação com a marca Becel.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade