LAPA – Lineas Aereas Privadas Argentinas (Argentina)

1433

Empresa: LAPA – Lineas Aereas Privadas Argentinas (Argentina)

Descrição: A Lineas Aereas Privadas Argentinas, LAPA, foi fundada em 1976 e iniciou vôos em 1978. Em 1986 seu índice de aproveitamento foi de 62% com as 2 aeronaves na frota.

Em 1987 adquiria os Saab SF 340 retirando de operação os Shorts 330, Turbocommander e Embraer 110. Dois anos após, 1987, passou a atender a cidade de Colonia, no Uruguai.

Em 1991 chegou a encomendar um Embraer CBA123 Vector, projeto que não decolou com a Embraer. Em 1992 recebeu o Boeing 737-200 que passou a ser utilizado nas cidades de Bariloche, Cordoba, Iguazu e Mendoza. A frota naquele ano tinha fechado com 2 Boeing 737-200 e 2 Saab SF-340. Em 1993 iniciou uma série de vôos charters para Puerto Plata e Miami com Boeing 767 da ATA. Em 1995 já chegava a 26 destinos com 4 Boeing 737-200, 1 Boeing 757 e 2 Saab SF-340. Em 1997, com 26% do mercado, encomendava seus 2 primeiros Boeing 737-700NG, fechando aquele ano com 26% do share doméstico. A LAPA foi a primeira empresa sulamericana a operar o Boeing 737NG. Em 17 de agosto de 1998 iniciava os vôos Ezeiza – Atlanta em acordo com a Delta Airlines.

No ano 2000 sua frota fechou composta por 8 Boeing 737-200, 8 Boeing 737-700NG, 2 Boeing 757-200 e 1 Boeing 767-300ER. Em 1º de abril de 2001 suspendeu o vôo de Atlanta e devolvia as aeronaves Boeing 757 e 767. Em 2001, com nova administração, a LAPA teve sua razão mudada para AIRG Linea Privada Argentina. Com a crise argentina, foi vendida a um consórcio a qual pertence a boliviana Aerosur. Encerrou as operações em Abril de 2003.

Website:

Fundação: 1976 – 2003

Controle:

Participação:

Alimentadora:

Codeshare:

Frota atual:

Palavra-chave: LAPA – Lineas Aereas Privadas Argentinas

Cidades:

Ano fiscal:

Reservas:

Publicidade