Lion Air é a primeira empresa a operar o Boeing 737-900ER

240

A Boeing anunciou hoje que a Lion Air, primeira cliente a operar o 737-900ER (Extendend Range), celebra a chegada do novo avião Next-Generation. O avião foi entregue com um esquema de pintura que combina as cores da Lion Air na cauda e as cores-padrão da Boeing no restante da fuselagem. A Lion Air, sediada em Jacarta, anunciou a compra das primeiras 30 unidades do modelo tão logo o Programa do 737-900ER foi lançado, em julho de 2005. Até hoje, a Lion Air possui 60 pedidos firmes do 737-900ER.

“Este é um grande dia para mim e para toda a família Lion Air, pois recebemos o primeiro 737-900ER do mundo”, disse Rusdi Kirana, diretor-presidente da Lion Air. “Trazendo uma economia incomparável, mais conforto para o passageiro e confiabilidade, este avião será peça fundamental em nosso crescimento e à expansão de nossas rotas, nos permitindo adicionar novos destinos”, completa Kirana.

O 737-900ER, mais novo membro da família de aviões Next-Generation, amplia a capacidade de passageiros e a autonomia do 737.

“Nós agradecemos a Lion Air pela confiança visionária em se tornar a primeira a voar com o 737-900ER”, agradece Dinesh Keskar, vice-presidente de vendas da Boeing Commercial Airplanes. “Com maior alcance e menor custo operacional do que qualquer outro jato similar de um corredor, o 737-900ER traz uma economia incomparável, o que servirá perfeitamente à estratégia de expansão da Lion Air”, conclui Keskar.

O avião de dois motores apresenta um novo par de portas de saída e um anteparo de pressão traseira que permite alcançar a capacidade máxima de 220 passageiros, na configuração de classe única.

A aerodinâmica e o design da estrutura mudaram. Entre as melhorias no avião podemos citar o reforço nas asas, trem de pouso duplo, melhorias nos trilhos do sistema de flaps. Opcionais como Winglets Mistos e tanques auxiliares de combustível permitirão ao 737-900ER comportar mais peso durante decolagens e aumentar sua autonomia em até 5.900 quilômetros.

O 737-900ER traz vantagens econômicas sobre os modelos similares da concorrência, incluindo a redução de 9% dos custos operacionais por viagem, de 7% no custo por assento e 565 milhas náuticas de autonomia a mais que o A321, aeronave 4.536 quilos mais pesada que o 737-900ER. O 737-900ER junta-se aos modelos 737-600, -700, -700ER e -800 para compartilhar a confiabilidade e liderança dos outros aviões da série Next-Generation.

Até 31 de março de 2007, oito clientes compraram 104 unidades do 737-900ER Next-Generation, deste modo, já são contabilizados mais de 6.800 pedidos firmes de 737s.

A Lion Air opera com uma frota composta exclusivamente por aviões Boeing e é a maior companhia aérea de baixo custo na Ásia, com trafego de cerca de um milhão de passageiros por mês desde sua inauguração, em junho de 2000.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade