Lufthansa Cargo prevê recuperação do mercado mundial de carga aérea em breve

185

(Los Angeles) Um quadrirreator A340-500 da O mercado mundial de carga aérea voltará a crescer em 2004. O prognóstico da Lufthansa Cargo, apresentado na recente pesquisa de mercado “Planet Trends & Forecasts”, prevê a recuperação do setor nos mesmos moldes de crescimento verificados no final da década de 90. Nos últimos três anos, o segmento sofreu várias retrações.

O crescimento constante do mercado asiático e a sucessiva recuperação econômica dos EUA são os principais indicadores do aumento de 5,9% da tonelagem internacional de carga aérea esperado em 2004.

As previsões são parte de uma ampla pesquisa de mercado realizada pela Lufthansa Cargo, e que já está em sua terceira edição especial da revista Planet. O serviço, oferecido aos clientes da empresa de carga aérea alemã, é único no setor.

“Previsões fundamentadas e confiáveis tornam-se cada vez mais importantes num setor tão volátil e sensível à conjuntura econômica mundial como o nosso, no sentido de permitir a tomada de medidas corretivas a tempo”, explicou recentemente Andreas Otto, diretor de marketing e vendas da Lufthansa Cargo.

A pesquisa de mercado está subdividida em vários blocos: o desenvolvimento a curto prazo do mercado de carga aérea, refletido pelo AirDeX – índice desenvolvido pela Lufthansa Cargo e até então único indicador da indústria de carga aérea; o desenvolvimento a médio e longo prazos de regiões econômicas individuais até 2010; a análise por grupos de mercadorias como peças de máquinas, computadores e produtos têxteis; a análise dos segmentos de mercado General Cargo, Express Cargo e Special Cargo, assim como o desenvolvimento das médias das receitas.

Os segmentos Special Cargo – ou seja, os produtos criados para atender ao perfil de determinadas indústrias – e Express Cargo continuam em expansão. Isso mostra claramente que a Lufthansa Cargo está no caminho certo na composição do seu leque de produtos, que abrange diversas soluções de carga aérea.

A Lufthansa Cargo prevê crescimento acima da média principalmente no que diz respeito ao tráfego interasiático e transpacífico. Os motivos estão na adesão à WTO (World Trade Organization) por parte da China, o gigantesco mercado interno asiático, na atividade empresarial nesta região aliada a atraentes condições, e a tendência cada vez maior de terceirização para a Ásia. Até o momento, a presença da Lufthansa Cargo AG nesta região tem sido pequena, mas está em ótima posição de largada com suas parceiras da aliança WOW – Japan Airlines Cargo e Singapore Airlines Cargo – e outras cooperações bilaterais, como com a Air China e a Cathay Pacific.

A pesquisa “Trends & Forecasts / Global Airfreight Outlook” foi elaborada juntamente com a empresa de consultoria norte-americana Merge Global Inc. (MGI).

FONTE: Lufthansa/Egom – Aviação Brasil – São Paulo/SP