Lufthansa Private Jet terá frota própria

245

Neste ano, a Lufthansa formará sua própria frota de jatos particulares. O primeiro avião, um Cessna Citation CJ3, será entregue à Lufthansa Private Jet nos próximos dias. Ao todo, são nove jatos particulares que começarão a operar nos próximos meses. O motivo para tal é a acentuada alta da demanda: o número de vôos realizados com jatos particulares aumentou 26% em relação ao ano anterior, superando a oferta numa média de 25% ao ano; nos meses de pico, a defasagem chegou a 60%. A satisfação dos clientes com a LPJ manteve-se estável acima dos 90%.

Os aviões escolhidos para compor a frota própria são dos fabricantes Cessna e Bombardier e serão sucessivamente entregues à empresa a partir deste mês. A frota disporá de nove jatos particulares para iniciar suas próprias operações. “Somos a única empresa aérea do mundo a estabelecer uma oferta de jatos particulares paralelamente ao tráfego normal de linha”, disse Thierry Antinori, vice-presidente de marketing e vendas da Lufthansa Passage Airlines. “Oferecemos aos nossos clientes do segmento premium flexibilidade e exclusividade únicas. Com isso, mais uma vez nos adiantamos ao apontar tendências do tráfego aéreo.”

A demanda por jatos particulares, em especial de médio e grande porte, aumentou desproporcionalmente no ano passado. A maior demanda veio de clientes da Alemanha, Escandinávia, França e Itália. Nesse caso, a LPJ foi utilizada principalmente para vôos ponto-a-ponto entre os cerca de 1.000 destinos oferecidos na Europa e na Federação Russa. Mas a LPJ também registrou aumentos consideráveis nas reservas oriundas dos EUA e da Nova Zelândia, onde os jatos particulares foram utilizados principalmente em combinação com vôos de longa distância Lufthansa e SWISS via seus centros de distribuição Frankfurt, Munique e Zurique.

Em breve, clientes Lufthansa e SWISS vão contar com quatro diferentes modelos de avião de vários tamanhos. Serão três aviões Cessna Citation CJ1+ (tamanho light – capacidade para 4 pessoas), dois Cessna Citation CJ3 (tamanho pequeno – 6 pessoas), dois Cessna Citation XLS+ (tamanho médio – 7 pessoas) assim como dois CRJ 200 adaptados em analogia ao Challenger 850 (tamanho gande – 12 pessoas). A Lufthansa será a primeira operadora comercial do modelo Cessna Citation XLS+ na Europa. A pintura do jato particular será neutra, mas deixará transparecer as cores da Lufthansa. O interior dos aviões será inspirado no design, nos materiais e nas cores do Lufthansa First Class Terminal em Frankfurt. Para tanto, o decorador de interiores do terminal Bernd Hollin, de Frankfurt, atuou como consultor.

Além das operações com seus próprios jatos particulares, em breve a Lufthansa também trabalhará com duas a três parceiras selecionadas e certificadas, para reagir com flexibilidade aos picos de demanda. A DC Aviation já é parceira desde dezembro último, quando terminou a cooperação com a NetJets. Graças à transição tranqüila, a Lufthansa pôde realizar todos os vôos previamente reservados conforme planejado. “Com nossa própria frota de jatos particulares e a ótima cooperação com a DC Aviation teremos melhores condições de atender à demanda dos nossos clientes. Seremos ainda mais rápidos, mais flexíveis e mais combativos”, concluiu Thierry Antinori.

A Lufthansa Private Jet voa tanto ponto-a-ponto na Europa como em conexão com vôos de longa distância Lufthansa ou SWISS, por atraentes preços fixos. Estes se baseiam na distância e incluem todas as taxas e custos, independentemente do número de passageiros transportado. A viagem toda é coordenada por um gerente de eventos, ao mesmo tempo em que o passageiro conta com uma equipe de serviços pessoal 24 horas. Catering e entretenimento a bordo são oferecidos de acordo com os desejos individuais e, nos aeroportos, os passageiros da LPJ dispõem das instalações First Class da Lufthansa, da SWISS e das demais parceiras Lufthansa. Vôos Lufthansa Private Jet podem ser reservados através do telefone (11) 3048 5870 ou por e-mail privatejet.sao@dlh.de

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP