Lufthansa amplia presença no mercado angolano lançando 2.o voo semanal Luanda-Frankfurt

131

O novo voo complementa o serviço Lufthansa já existente partindo de Luanda aos domingos e chegando em Frankfurt às segundas-feiras de manhã, possibilitando aos clientes maior flexibilidade e mais oportunidades de viagem. Passageiros Lufthansa dispõem de mais de 4.600 voo semanais para 107 destinos na Europa e 23 cidades nos EUA a partir do centro de distribuição Frankfurt – uma malha aérea superior à de qualquer outra empresa aérea no mercado.

Durante sua visita a Luanda, Karl-Ulrich Garnadt, diretor executivo de Serviços a Passageiros e Gestão dos Centros de Distribuição da Lufthansa Passage Airlines, afirmou que “apesar dos atuais desafios econômicos, a Lufthansa investe em mercados em desenvolvimento selecionados, entre eles Angola.” Referindo-se à importância estratégica do continente africano para a Lufthansa, Garnadt acrescentou: “Angola oferece excelentes oportunidades para continuarmos desenvolvendo nossa malha aérea na África, transformando a Lufthansa na primeira escolha para passageiros que viajam a negócios.”

De acordo com Karl Ulrich Garnadt, em sintonia com a filosofia da Lufthansa de continuar expandindo seu portfólio de petróleo e energia, a proposta é ampliar continuamente a presença nos mercados africanos. O maior foco de expansão da Lufthansa no continente africano foi o sucesso alcançado com o lançamento dos novos destinos Malabo e Luanda no ano passado, e com o de Libreville, a ser inaugurado em 15 de julho deste ano. Salvo autorização governamental, a oferta de espaço também deverá ser ampliada nas rotas da África Ocidental. Em Angola, o sucesso obtido no ano passado pela Lufthansa deve-se principalmente ao apoio e à cooperação recebidos das diferentes agências governamentais e autoridades locais.

Exercendo papel-chave na indústria da aviação, a Lufthansa é sinônimo de especialista em aviação, conhecidos padrões de serviços e uma malha aérea global sem paralelos. A Lufthansa continua mantendo o foco nas necessidades de seus clientes e investindo no desenvolvimento de novos produtos e serviços inovadores, fortalecendo seu papel de líder entre as empresas aéreas européias. Ao transformar a viagem de seus clientes em um evento com o máximo de tranquilidade e conforto, a empresa aérea mostra estar estrategicamente focada no segmento premium. Outro exemplo dessa iniciativa são os produtos e serviços oferecidos no Lufthansa First Class Terminal em Frankfurt.

A Lufthansa também estreita laços com organizações renomadas como o alemão Instituto Goethe, que inaugurou uma nova filial em Luanda em 15 de junho. Cooperações desse tipo são valiosas plataformas de intercâmbio cultural. A recente introdução do Lufthansa PartnerPlusBenefit em Angola para empresas de pequeno e médio porte despertou grande interesse na comunidade empresarial. “Para clientes que planejam sua viagem com bastante antecedência, a Lufthansa introduziu atraentes tarifas Economy Class para a Europa”, afirmou Manfred Rosenthal, diretor geral da Lufthansa em Angola. Os clientes também se beneficiam com o ‘conceito de peças’, que permite transportar duas peças de bagagem no total de 23 quilos na Economy Class e duas peças no total de 32 quilos na Business Class. Passageiros que partem de Luanda têm a possibilidade de agilizar seu procedimento de embarque fazendo uso do ‘home printed boarding pass’, o cartão de embarque impresso em casa, emitido logo após o check-in online no www.lufthansa.com. Passageiros com bagagem portadores do cartão de embarque impresso em casa podem dirigir-se diretamente ao balcão de check-in prioritário.

Aos clientes corporativos da indústria do petróleo, a Lufthansa oferece sociedade com benefícios atraentes no “Oil & Energy Club”: são 221 assentos no total disponíveis em First, Business e Economy Class no Lufthansa Airbus A340-300, o avião que serve a rota Luanda-Frankfurt.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade