Lufthansa inaugura banda larga em vôo 452

241

A partir de hoje, dia 17 de maio, o vôo LH 452 de Munique para Los Angeles inaugura uma nova era na comunicação móvel. A Lufthansa é a primeira empresa aérea do mundo a oferecer navegação Internet banda larga e ultra-rápida a bordo. Graças ao Lufthansa FlyNet e ao provedor de serviços Connexion by Boeing, o avião “Recklinghausen” oferece acesso Internet ilimitado para laptops e outros acessórios sem fio por meio de Wireless LAN (WLAN).

A conexão via satélite do provedor de serviços Connexion by Boeing permite que os passageiros Lufthansa naveguem na web, enviem e recebam
e-mails com anexos ou transmitam dados para a Intranet da empresa ou seu servidor de correio eletrônico por meio da Virtual Private Network
(VPN). Meia hora de acesso a bordo custa US$ 9,95, cada minuto adicional custa US$ 0,25 e o acesso durante o vôo inteiro sai por US$ 29,95
dólares.

O FlyNet Onboard Internet Portal, um portal de serviços desenvolvido pela Tomorrow Focus AG e operado com redação própria, está disponível
gratuitamente. Contém mais de 1.000 páginas de notícias constantemente atualizadas, informações sobre o tempo, as bolsas, de viagem, compras,
além de assuntos referentes à Lufthansa e ao Miles & More, em alemão e em inglês. A Tomorrow Focus AG, portanto, é responsável tanto pela
realização e operação técnicas como pela redação e publicidade do portal FlyNet.

Logo depois da inauguração na rota Munique – Los Angeles, outros destinos serão incluídos no FlyNet, como, por exemplo, a Ásia. O FlyNet
já está disponível em cinco aviões A340-300. Até meados de 2006, todos os aviões de longa distância Airbus A340, A330 e B747-400 deverão estar equipados com a nova tecnologia. A Lufthansa Technik obteve a homologação técnica de todos os componentes a serem usados assim como a primeira certificação mundial da WLAN a bordo de uma aeronave. O software de sincronização entre os servidores do portal e o sistema em terra foi desenvolvido pela Lufthansa Systems.

Os satélites de televisão estacionados a 36.000 quilômetros do solo permitem a transmissão de cinco megabytes por segundo para o avião; no
sentido contrário, a transmissão é de aproximadamente um megabyte. Para o usuário, isso significa velocidade superior à do padrão ISDN. O sistema precursor testado durante três meses na rota Frankfurt – Washington no ano passado passou com louvor em todos os testes.

FONTE: Lufthansa – Marcela Matos/Silvana Pereira – São Paulo/SP

Publicidade