Lufthansa inicia terceiro programa de mentoring para funcionários deficientes

207

A Lufthansa está iniciando, pela terceira vez, um programa de mentoring para funcionários deficientes. O programa, inédito na Alemanha, coloca 14 superiores experientes (mentores) à disposição de igual número de funcionários Lufthansa durante o período de um ano. O intuito é que funcionários e superiores aprendam uns com os outros, eliminem problemas de comunicação interativa e se tornem cada vez mais conscientes dos desafios enfrentados por portadores de deficiência no dia-a-dia particular e profissional.

“Cada um dos funcionários Lufthansa é bem-vindo e respeitado como indivíduo. A integração de todos, tolerância e sinceridade perante os outros são qualidades altamente valorizadas em empresas internacionais como a Lufthansa”, diz Martin Schmitt, diretor de recursos humanos do grupo Lufthansa. “Este fato, além da resposta extremamente positiva de todos os participantes até então, nos estimulou a dar início à terceira edição do programa de mentoring.”

A Lufthansa se empenha em transformar o dia-a-dia de seus funcionários deficientes em algo positivo e sem barreiras. A empresa pretende aumentar ainda mais a integração de seus funcionários portadores de deficiências graves por meio de programas próprios. O programa de mentoring, com duração de 12 meses, foi lançado pela primeira vez em 2003, durante o ano europeu para portadores de deficiência.

Passageiros deficientes que voam com a Lufthansa também contam com um serviço de atendimento próprio da companhia aérea no aeroporto. Serviço este, aliás, que já é parte integrante dos serviços prestados pela Lufthansa nos aeroportos de Frankfurt e Munique desde os anos 60. O terminal Lufthansa em Munique foi criado visando as necessidades especiais de passageiros deficientes. O Terminal 2 foi concebido sem barreiras em estreita colaboração com associações de portadores de deficiência e recebeu o prêmio “World Airport Award” por seu conforto e qualidade de baldeação em 2005. O Terminal 2 oferece as maiores facilidades e conforto para deficientes em toda a Europa. Além disso, a Lufthansa é a transportadora oficial dos atletas da Associação Alemã de Portadores de Deficiência Grave.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade