Lufthansa lança tarifas especiais para a França, milhas extras e aumento no aproveitamento

1324

A Lufthansa está lançando esta semana uma campanha para apresentar suas ótimas conexões aos passageiros brasileiros que pretendem viajar para a França nesta temporada. A idéia é mostrar que quem vai para cidades como Toulouse, Marselha, Lyon ou Nice pode fazer a conexão em Frankfurt, ao invés de fazer em Paris. A companhia aérea alemã oferece ainda tarifas promocionais e milhas extras.

De 15 de abril a 30 de junho, a passagem aérea da Lufthansa para Paris vai custar US$ 731, se o destino for Toulouse, Marselha ou Lyon o passageiro pagará US$ 765 e para Nice o bilhete custa US$ 817. Sempre com saídas diárias de São Paulo com Airbus 340.

Além das tarifas promocionais, a Lufthansa decidiu premiar os passageiros que embarcarem para a França neste período com milhas extras. Quem viajar na classe econômica recebe 2.500 milhas no cartão Miles & More, na classe executiva, 5.000 milhas e na Primeira Classe são 7.000. Para receber as milhas é preciso se cadastrar no programa de fidelidade pela Internet.

As conseqüências dos atentados terroristas nos EUA continuaram afetando as empresas aéreas do grupo Lufthansa. No primeiro trimestre de 2002, o número de passageiros e o volume de carga ficaram aquém do nível atingido no mesmo período do ano anterior. Em compensação, o aproveitamento de espaço aumentou, graças à constante otimização da rede aeroviária.

De janeiro a março, as empresas aéreas do grupo transportaram 9,7 milhões de passageiros – 11,4% a menos do que no primeiro trimestre de 2001. O fator de aproveitamento de assentos dos aviões de passageiros, porém, registrou uma melhora acentuada, atingindo a excelente marca de 73,1%, que corresponde a um aumento de 2,8 pontos percentuais. Isto se deve à redução da oferta em 12,7% com um faturamento simultâneo apenas 9,1% menor.

Nos três primeiros meses deste ano, a Lufthansa Cargo transportou um total de 395.534 toneladas, 6,7% a menos de carga e correio do que no mesmo período do ano anterior. O fator de aproveitamento de espaço aumentou 2,6 pontos percentuais ao mesmo tempo em que a oferta foi reduzida, atingindo a excelente marca de 68,4%.

O aproveitamento total do grupo Lufthansa (passagem e carga) no período melhorou, chegando a consideráveis 71,0%, o que corresponde a um aumento de 2,6 pontos percentuais.

FONTE: Aviação Brasil – Redação – São Paulo/SP

Publicidade