MNG encomenda mais duas aeronaves Airbus A330-200F

122

Fundada em fevereiro de 1996, a MNG Airlines começou a oferecer serviços agendados de transporte de carga para Hahn (Alemanha) e Stansted (Reino Unido) em novembro de 1997. Atualmente, possui uma frota que conta com nove aeronaves Airbus A300F. Além disso, os novos A330-200Fs permitirão que a MNG Airlines complemente sua frota de A300s ao mesmo tempo em que expande as operações em suas rotas primárias, com menor custo por tonelada, não apenas na Europa, mas também para o Oriente Médio, Ásia, China e Estados Unidos.

“Estamos satisfeitos em acrescentar mais aviões A330-200F à nossa encomenda anterior, pois poderemos começar a implementar nossa estratégia de crescimento enquanto o mercado de transporte aéreo de cargas se recupera da recessão”, disse Mehmet Nazif Günal, fundador e presidente do MNG Companies Group. “Estamos plenamente convencidos que o A330-200F, o mais novo membro da Família A330/A340, é a aeronave mais apropriada para nos ajudar a atingir nossa meta, permitindo-nos operar a frota de aviões de carga mais moderna e eficiente da Turquia”. O CEO para Clientes da Airbus, John Leahy, disse que o A330-200F é a aeronave certa no momento certo. “Estamos às vésperas da recuperação do mercado e agora é hora das companhias se prepararem para o crescimento futuro do frete aéreo”.

Com capacidade de carga superior à prevista inicialmente, os aviões A330-200F oferecem duas configurações operacionais, dependendo da missão planejada. A aeronave pode transportar até 64 toneladas métricas por mais de 4.000 milhas náuticas (7.400 km), ou mais de 69 toneladas métricas por até 3.200 milhas náuticas (5.930 km), sem escala. Essa capacidade de carga e de distância permitirá que as operadoras de frete aumentem seus negócios com a inauguração de novas rotas de carga ou expandindo as já existentes. Graças ao corpo “cross-section” otimizado, a aeronave possui flexibilidade interior para acomodar uma grande variedade de tamanhos de pallets e containeres que lhe confere capacidade máxima de transferência entre voos, oferecendo 30% mais volume que qualquer outra aeronave de carga de sua categoria.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP