Novo horário de vôos da Lufthansa oferece 12.700 decolagens por semana para 177 destinos

262

A partir de 27 de março, a Lufthansa oferecerá 177 destinos em 73 países em seu novo horário de vôos, ou seja, 12.700 decolagens por semana. Em termos de novidade são três vôos semanais de Frankfurt para Hyderabad, na Índia, três de Frankfurt para Port Harcourt (Nigéria) e um vôo diário de Munique para Washington. Há também o novo vôo nonstop de Frankfurt para Cantão, que reduzirá em cinco horas o atual tempo de viagem via Xangai.

Juntamente com suas parceiras codeshare, a Lufthansa oferecerá 24.500 vôos para 375 destinos em 93 países, aumentando em 15% a sua oferta de espaço em relação ao ano anterior. Nas rotas de longa distância, a oferta de assentos-quilômetro aumentará 2,4%; no tráfego continental, a oferta será 0,9% menor do que no ano anterior. O novo horário de vôos entra em vigor em 27 de março e termina em 29 de outubro de 2005.

Fortalecendo sua posição de líder das empresas aéreas européias no emergente mercado asiático, a Lufthansa passou a oferecer três novos vôos semanais de Frankfurt para Hyderabad, no sul da Índia, já a partir de 17 de fevereiro. Em 19 de fevereiro, data da inauguração de um novo aeroporto em Nagoya, no Japão, os cinco vôos semanais foram aumentados para sete. Os passageiros para Catão (Guangzhou), cidade em franca expansão no sul da China, serão beneficiados pelo remanejamento dos vôos diários de Munique via Xangai para vôos nonstop diários de Frankfurt para Cantão, reduzindo, assim, o tempo de viagem em mais de cinco horas. Depois de Cantão, este vôo seguirá para Manila (até então Frankfurt-Bangcoc-Manila).

A alteração de rotas também beneficiará os passageiros de e para Jacarta. O novo horário de vôos oferecerá vôos diários de Frankfurt para Jacarta via Bangcoc ao invés de Cingapura. A rota via Bangcoc favorece as baldeações para o mundo inteiro, pois Bangcoc é servido tanto a partir de Frankfurt como de Munique. Os tempos de baldeação em Bangcoc estão inteiramente harmonizados com os dois centros de distribuição da Lufthansa.

Em relação à América do Sul, tanto Caracas como a Cidade do México serão servidos sete vezes por semana a partir de Frankfurt (até então, cinco e dez vezes respectivamente). Outra alteração de rota resultou em dois vôos diários de Frankfurt para São Paulo, dos quais um segue para Buenos Aires e o outro para Santiago de Chile.

A partir de 7 de abril, a Lufthansa oferecerá um número ainda maior de vôos para os mercados de gás e petróleo, voando três vezes por semana de Frankfurt para Port Harcourt, na Nigéria. A Nigéria é considerada o país petrolífero mais importante da África, e o aeroporto de Port Harcourt, situado no sudeste do país, está rodeado por campos de exploração de petróleo. Depois da parada em Port Harcourt, o vôo segue para Abuja, a capital da Nigéria.

Também a partir de 7 de abril, a Lufthansa voará diariamente de Frankfurt para Lagos (Nigéria), continuando para Acra (Gana). Até então, Acra era servido quatro vezes por semana e Lagos diariamente. A conexão para Adis Abeba também ficará melhor: ao invés dos atuais vôos via Jedá, a Lufthansa passará a voar três vezes por semana nonstop para a capital etíope, reduzindo o tempo de viagem para Adis Abeba em duas horas.

O novo horário de vôos também promete no tráfego continental, oferecendo alguns atraentes destinos ensolarados exclusivamente durante o verão europeu – como Olbia, na Sardenha, duas vezes por semana a partir de Frankfurt e uma vez a partir de Munique, além de Cagliari (também na Sardenha), Oporto e Westerland, todos duas vezes por semana a partir de Munique.

A oferta inclui, ainda, um vôo diário adicional de Frankfurt para Amsterdã, Dublin e Praga, e um vôo a mais por dia de Munique para Wroclaw (Breslau), Bruxelas, Genebra, Gotemburgo (Göteborg), Izmir, Cracóvia, Pisa, Sofia ou Toulouse. O número de vôos de Nuremberg e Stuttgart para Berlim também será aumentado.

Os passageiros para Riga poderão viajar diariamente a partir de Frankfurt ao invés de Munique. Os vôos de Stuttgart para Leipzig e Madri, assim como de Dusseldorf para Helsinque e Madri e Colônia-Nuremberg, por sua vez, serão retirados do novo horário de vôos.

FONTE: Aviação Brasil / Lufthansa – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP