O novo Boeing Next-Generation 737-900ER faz seu primeiro vôo

88

O mais novo membro da família de aviões Boeing Next-Generation 737 fez seu primeiro vôo sobre o estado de Washington na sexta-feira.

Pintado nas cores azul e branco da Boeing, o 737-900ER (Extended Range) decolou às 9h21 do Aeroporto Municipal de Renton.

O primeiro vôo marca o início de um período de cinco meses de testes aéreos para obter a certificação do avião junto à Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (U.S. Federal Aviation Administration) e a Agência de Segurança de Aviação Européia (European Aviation Safety Agency) no início de 2007.

Os pilotos de teste da Boeing, Capitão Ray Craig e Capitão Van Chaney, voaram para oeste, em direção ao Oceano Pacífico, depois sul para Astoria no Oregon, e sobre a Península Olímpica do estado de Washington antes de retornar ao campo da Boeing em Seattle. O primeiro vôo serve para testar a navegabilidade do avião, o desempenho aerodinâmico, além da estabilidade e do desempenho de cruzeiro. Controles de vôo, piloto automático, pressurização, avionics, sistemas de ar condicionado e o computador de gerenciamento de vôo também são checados durante o vôo.

“Foi um vôo quase perfeito,” disse Craig, após o vôo de uma hora e quarenta e cinco minutos. “Estamos trabalhando nesse avião desde 2001 e vê-lo tornar-se realidade dentro do orçamento e à frente do cronograma é um grande triunfo para os times de engenharia e manufatura da Boeing.”

O programa de testes aéreos do 737-900ER inclui um segundo avião de testes e os dois jatos estão programados para passar por um total de 235 horas de teste de vôo e 210 horas de teste estático de solo. Os dois aviões de teste serão entregues no próximo ano para a Lion Air, o cliente de lançamento do 737-900ER.

Até a data, a Boeing tem pedidos para 80 aviões 737-900ER da Lion Air, da GE Commercial Aviation Services (GECAS), da Sky Airlines, da Continental Airlines e da SpiceJet. Adicionalmente, a Futura International Airways e a Excel Airways começarão a operar o 737-900ER por meio de leasing da GECAS, em 2008.

O 737-900ER tem um novo par de portas, um bulkhead plano de pressão traseira e outras alterações estruturais e aerodinâmicas de design para que o avião possa carregar até 215 passageiros e voar até 5.900 quilômetros.

O 737-900ER começará a ser usado comercialmente pela Lion Air por volta de abril de 2007.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP