PIA incorpora o 2º Boeing 777-200LR à frota

159

A Boeing e a Pakistan International Airlines celebraram a entrega do segundo 777-200LR ontem, em Boeing Field. O representante dos EUA Jim McDermott, do estado de Washington, foi o orador convidado na cerimônia de entrega do mais novo avião da PIA.

O Vice-Presidente de Vendas da Boeing Commercial Airplanes, Scott Carson, liderou a equipe da Boeing na congratulação do Chairman da PIA, Tariq Kirmani, e de seu grupo de diretores, pela visão em se tornarem clientes de lançamento do jato de maior alcance do mundo.

“Estamos orgulhosos em participar do futuro da PIA, uma vez que ela opera uma família de aeronaves que levará o Paquistão ao resto do mundo e que oferecerá as primeiras conexões diretas entre os Estados Unidos e o Paquistão”, declarou Carson.

Ainda neste ano, a PIA receberá o seu primeiro 777-300ER, se tornando a primeira companhia aérea do mundo a operar toda a família de aviões 777 da Boeing.

Durante o evento, Kirmani explanou a sua projeção de crescimento e rentabilidade para a linha aérea, tendo o 777 no centro da estratégia de frota de longa distância da PIA.

“Temos décadas de história com a Boeing e hoje, com a entrega deste jato notável, esperamos continuar a parceria nas décadas a seguir. O 777 é a pedra fundamental da nossa frota de longo alcance e combinaremos a sua performance extraordinária com o melhor serviço em todos os vôos”, declarou Kirmani.

A PIA recebeu o primeiro Boeing 777-200LR para entrada em serviço comercial em fevereiro. O avião agora voa sem escalas de Karachi a Toronto.

O segundo 777-200LR da PIA é o avião que quebrou o recorde mundial de distância para um jato comercial. Em 10 de novembro de 2005, o avião pousou no aeroporto de Heathrow, em Londres, após voar 11.664 milhas náuticas (21.601 quilômetros) durante um vôo de 22 horas e 42 minutos que saiu de Hong Kong na noite de 9 de novembro. O vôo foi mais longo que a distância de uma meia viagem de volta ao mundo.

O 777-200LR é o quinto e mais novo membro da família 777. Como o avião comercial de maior alcance do mundo, o 777-200LR é capaz de conectar quaisquer pares de cidades do mundo sem escalas, levando mais passageiros e mais carga que qualquer outro jato. Em serviço, pode transportar 301 passageiros por até 9.420 milhas náuticas (17.445 km). Em relação à concorrência, o econômico bimotor 777-200LR gasta 24% menos combustível por passageiro, voa 760 mais milhas náuticas e acomoda 21 passageiros a mais.

Hoje, no mundo todo, 46 linhas aéreas possuem ou operam mais de 540 jatos 777. Até a presente data, a Boeing vendeu 827 dos populares bimotores 777. A Boeing tem um backlog de 279 aviões 777, que valem aproximadamente US$ 64 bilhões de acordo com a tabela oficial de preços.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade